Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Sporting

Paulinho: "Podemos ter as pessoas controladas em cadeiras, fazer uma festa mais bonita e cumprir o distanciamento social"

As declarações de Paulinho, com direito a interrupção de Rúben Amorim, no final da vitória sobre o Boavista no jogo que deu ao Sporting o título de campeão nacional

Tribuna Expresso

Getty Images

Partilhar

Difícil

"Não há palavras. É dificil descrever o que sentimos. São 28 anos a pensar neste momento. Mais dificil é quando vimos de baixo e estamos num clube que não ganha há 19 anos."

Barato? A pergunta de Rúben Amorim

"Se fui barato? É difícil dizer isto. Sou a transferência mais cara do clube, mas não sou eu quem decide isso. Eu queria estar cá, queria ser campeão num grande clube de Portugal e estou feliz por estar cá."

Grupo focado

"Sinto-me feliz. Tenho 28 anos e percebo muita coisa. Cheguei cá e encontrei um grupo incrível, focado e unido. Tenho de lhes agradecer por tudo, porque sou campeão graças a eles."

Incompreensível

"Podemos ter as pessoas controladas em cadeiras, fazer uma festa mais bonita e cumprir o distanciamento social. É incompreensível. É a minha opinião."