Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Sporting

Rúben Amorim: "Nestas alturas gosto de dizer que tenho muito orgulho nos jogadores que tenho"

Na entrevista rápida à Eleven Sports depois da derrota, por 5-1, frente ao Ajax, o técnico do Sporting realçou a forma como a sua equipa "reagiu" e "lutou" perante um "resultado muito pesado", admitindo que os leões acusaram "a inexperiência" e "algum nervosismo"

Tribuna Expresso

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

Como se explica a má entrada e o resultado?
"O Ajax foi melhor, entrou melhor no jogo, marcando logo no primeiro minuto. Nós tivemos de ir atrás do resultado, pressionando na frente, onde eles estão muito confortáveis. Aqui ou ali notou-se a inexperiência. Ainda assim, a equipa reagiu, faz parte do coração desta equipa que, nem sempre bem, reage em todos os momentos. Fizemos o 2-1, voltámos a sofrer o 3-1, voltámos a fazer um golo que tornaria o jogo em algo completamente diferente, mas foi anulado. Sofremos o quarto golo e o jogo acabou. E os meus jogadores estiveram a sofrer em campo e eu sofro mais por eles do que por mim."

O que passa pela cabeça de um treinador quando aos 9 minutos já perde 2-0?
"Nós sabíamos bem o que fazer, mas sofremos um golo no primeiro minutos. Eles são uma equipa muito experiente na Europa e nós não temos tanta experiência assim e sentimos o primeiro e o segundo golos. Tivemos alguns jogadores nervosos, o que é normal depois de uma entrada destas, mas mesmo assim reagiram. Eu guardo a forma como reagimos, mas isto faz parte do futebol"

O que se pode aprender desta derrota
"Temos de aprender, principalmente o treinador. Temos de olhar para o jogo, perceber o que fizemos mal. Esta equipa tem muito coração e, dentro desta derrota, gosto de dizer que tenho orgulho neles porque eles sofreram muito no campo, com um resultado muito pesado, mas lutaram até ao fim. E, portanto, se eles fazem isso têm sempre o treinador do lado deles e nestas alturas gosto de dizer que tenho muito orgulho nos jogadores que tenho"

O 3-2 anulado que depois foi 4-1 para o Ajax foi o momento decisivo?
"Acho que é. O ambiente seria completamente diferente, o jogo seria diferente, mas não foi. Vamos trabalhar e vamos melhorar"

Situação clínica de Gonçalo Inácio
"Foi uma pancada no pé, vamos avaliá-lo. Se não estiver o Inácio, jogará outro com o Estoril"

  • Choque milionário com a realidade
    Sporting

    O regresso da Liga dos Campeões a Alvalade foi um pesadelo para o Sporting, que foi goleado (5-1) pelo Ajax numa noite em que tudo correu mal. A equipa de Amorim sofreu dois golos nos primeiros 10 minutos, ainda reduziu por Paulinho, mas uma exibição em cheio de Haller (autor de um póquer), a qualidade de Antony e as fragilidades defensivas e inexperiência do Sporting deitaram tudo a perder