Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Sporting

Rúben Amorim: "Claro que sentimos falta de Pote. Temos de fazer mais golos para dar sumo à exibição"

Na entrevista rápida à SporTV depois da vitória (1-0) do Sporting frente ao Marítimo, o técnico dos leões frisou que a vitória da sua equipa foi "claramente justa", lamentando as oportunidades desperdiçadas e dizendo que "há jogadores que ainda sentem o embate, nomeadamente Vinagre", mas que haverá "tempo para crescer"

Tribuna Expresso

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

Vitória muito sofrida
"Tenho de realçar o espírito do público. Muito obrigado a eles, porque souberam ter paciência, tal como a equipa. A vitória foi claramente justa, mas temos de realçar o espírito da equipa e do público"

Importância de Palhinha e Porro
"São momentos e são jogos. Devo relembrar que o Porro teve dificuldades em entrar na equipa porque o Esgaio esteve sempre muito bem e essa é a ideia que quero transmitir: realçar o trabalho deles, mas o futebol tem estes momentos, cada um vive momentos diferentes e é normal haver destaque em certas exibições. Mas sim, o Porro está muito forte ofensivamente, o Palhinha está defensivamente e ofensivamente. Ajudaram muito a equipa e a equipa ajudou-os a eles"

Preocupa-o a falta de golos? Pensou em Pedro Gonçalves?
"Desta vez foi o Nuno que teve ocasiões. Nós tentamos, não sai. Claro que preocupa, porque temos de dar sumo a um jogo destes em que o Marítimo não fez nada. Portanto, claro que sentimos falta, mas quando ganhamos acabamos por relaxar um pouco nesse aspecto. Obviamente que temos de fazer mais golos para dar mais sumo à exibição"

Importância de duas vitórias antes do regresso da Liga dos Campeões
"Acima de tudo, eu quero é que eles vão jogar. Que sintam novamente as sensações. Aconteça o que acontecer, a responsabilidade é do treinador, porque eles dão tudo, como se viu hoje. O que eu quero, acima de tudo, é ir a jogo e jogar, que é o que eles precisam. Há jogadores aqui que ainda sentem o embate, nomeadamente o Vinagre, mas o Vinagre vai continuar, porque nós vamos continuar a colocá-lo, obviamente que não digo que seja em todos os jogos, mas ele terá tempo para crescer. Ele tem de saber que tem uma equipa técnica que percebe os momentos de cada um, percebe as pancadas que eles levam, percebe o tempo que precisam para recuperar de certos momentos, mas depois o que acontecer será responsabilidade do treinador"

  • Pedro Porro, o descobridor do caminho Marítimo para o golo
    Sporting

    O Sporting venceu (1-0) o Marítimo, num encontro decidido com um golo ao minuto 98, quando Pedro Porro, pela segunda jornada consecutiva, deu o triunfo ao Sporting através de um penálti. A equipa de Amorim dominou totalmente a partida, criou muitas oportunidades, mas abusou do desperdício na finalização e teve de sofrer muito para garantir os 3 pontos