Tribuna Expresso

Perfil

Surf

Nos Jogos Olímpicos de Paris, em 2024, a prova de surf será no Taiti

A World Surf League (WSL) anunciou, esta quinta-feira, que a competição de surf dos Jogos Olímpicos de Paris, em 2024, deverá acontecer nas ondas de Teahupo'o, no Taiti, a qualquer coisa como 21 horas de avião da capital gaulesa

Tribuna Expresso

Matt Dunbar/Getty

Partilhar

Em 2024, os Jogos Olímpicos terão a sede em Paris, capital francesa que se encontra rodeada por terra e banhada pelo rio Sena, que pode dar água a várias provas aquáticas, mas nunca forneceria ondas para a modalidade que, no próximo ano, passará a ser olímpica no Japão. Não o será em Tóquio, mas, ao menos, sê-lo-á no Japão, mais propriamente em Chiba, a cerca de 65 quilómetros.

Daqui a cinco anos, contudo, os surfistas que se qualificarem para a prova olímpica nem terão de ir a França para competirem.

A WSL anunciou, esta quinta-feira, que o comité de organização dos Jogos Olímpicos de 2024 aprovou Teahupo'o como o local de competição.

A onda que, em dias bons, quebra tubos monstruosos contra um fundo de coral nem com dois metros de profundidade, fica no Taiti, maior ilha da Polinésia Francesa, que dista umas 21 horas de avião de Paris. "Os Jogos de 2024 decidirem mostrar o surf num dos lugares mais icónicos da WSL é uma notícia entusiasmante", disse Sophie Goldschmidt, presidente da entidade que organiza os circuitos mundiais de surf, citada no comunicado com que a WSL anunciou, "deliciada", a novidade.

A Polinésia Francesa é um território ultramarino de França. Além do Taiti e da onda de Teahupo'o, as outras hipóteses eram Biarritz, Lacanau-Hossegor-Seignosse-Capbreton ou La Torche.

A decisão, mesmo que vinda do comité de organização da edição de 2024, terá de ser aprovada pelo Comité Olímpico Internacional, algo que a WSL espera que aconteça "no início de 2020".