Tribuna Expresso

Perfil

Surf

Frederico Morais perde nos ‘oitavos’ e termina em nono em Margaret River

Surfista de Cascais foi eliminado pelo australiano Ryan Callinan na quarta etapa do circuito mundial de surf

Lusa

Cait Miers/Getty

Partilhar

O português Frederico Morais terminou esta quinta-feira no nono lugar na prova de Margaret River, na Austrália, quarta etapa do circuito mundial de surf, após ser eliminado pelo australiano Ryan Callinan, nos oitavos de final.

No quarto 'heat' dessa ronda, o surfista natural de Cascais, de 29 anos, somou 10,36 pontos (4,93 e 5,43), que foram insuficientes face aos 14,86 (5,93 e 8,93) de Callinan, 11.º do ranking mundial.

O português, que iniciou a prova no oitavo lugar do ranking, repetiu o nono lugar que tinha alcançado em Newcastle, na primeira das quatro etapas marcadas para a Austrália.

Depois, no Narrabeen Classic, em abril, Frederico Morais foi terceiro classificado, ao perder nas meias-finais frente ao brasileiro Gabriel Medina, que viria a vencer a competição e a assumir a liderança do circuito.

Nessa prova, a segunda das quatro disputadas na Austrália, Frederico Morais chegou pela terceira vez às meias-finais no circuito, depois de ter sido finalista Jeffreys Bay, na África do Sul, em 2017, e de ter perdido no acesso à final no Oi Rio Pro, no Rio de Janeiro, em 2019, em ambos os casos diante do brasileiro Filipe Toledo.

Ainda em 2020, Frederico Morais terminou em 17.º em Pipeline, no Havai.

A próxima etapa do circuito vai ser em Rottnest Island, também no oeste australiano, entre 16 e 26 de maio, naquela que vai ser a quinta prova da temporada e a última na Austrália.