Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Marin Cilic dá à Croácia a sua segunda Taça Davis, na última Taça Davis tal qual a conhecemos

Treze anos depois do primeiro triunfo, Croácia volta a conquistar a prova por seleções, na última edição da Davis com o atual formato: a partir do próximo ano, entra em cena a Taça Davis idealizada pelo futebolista Gerard Piqué

Lusa e Tribuna Expresso

DENIS CHARLET/Getty

Partilhar

A Croácia conquistou este domingo a Taça Davis em ténis pela segunda vez, 13 anos depois do primeiro título, face ao triunfo de Marin Cilic sobre Lucas Pouille, no quarto jogo da final, na terra batida indoor de Lille.

Cilic, que já tinha conquistado o segundo ponto dos croatas, ao superar Jo-Wilfried Tsonga (6-3, 7-5 e 6-4), bateu Pouille em três 'sets', pelos parciais de 7-6 (7-3), 6-3 e 6-3, em duas horas e 19 minutos.

O primeiro ponto dos croatas foi conseguido por Borna Coric, que, no primeiro dia, superou o francês Jeremy Chardy por 6-2, 7-5 e 6-4.

A equipa francesa ainda pontuou no sábado no jogo de pares, mas Marin Cilic confirmou este domingo o favoritismo da seleção croata, que levanta assim a última Taça Davis tal qual a conhecemos há 118 ano. No próximo ano entrará em cena a Taça Davis idealizada pelo grupo Kosmos, do futebolista Gerard Piqué, cuja final se jogará no final da temporada, num torneio com 18 equipa e em terreno neutro.

Uma organização que tem sido muito criticada pelos tenistas de topo, nomeadamente Roger Federer ou Novak Djokovic, que não mostraram vontade em voltar a jogar a competição.