Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

A sexta final de Djokovic em Wimbledon

Sérvio superou Bautista-Agut em quatro sets, pelos parciais de 6-2, 4-6, 6-3 e 6-2. Na final vai defrontar Rafa Nadal ou Roger Federer

Lusa e Tribuna Expresso

CARL RECINE/Getty

Partilhar

O tenista sérvio Novak Djokovic, líder do 'ranking' mundial, qualificou-se esta sexta-feira pela sexta vez para a final do torneio de Wimbledon, terceiro torneio do Grand Slam do ano, ao bater o espanhol Roberto Bautista-Agut, 22.º.

Djokovic, que venceu na relva londrina em 2011, 2014, 2015 e 2018 e perdeu o jogo decisivo em 2013, superou Bautista-Agut em quatro sets, pelos parciais de 6-2, 4-6, 6-3 e 6-2, em duas horas e 48 minutos, ao quinto match point.

Na final, agendada para domingo, o sérvio, que soma 15 títulos do Grand Slam, vai defrontar pela 55.ª vez o espanhol Rafael Nadal, segundo jogador mundial, ou pela 48.ª o suíço Roger Federer, terceiro. Os dois defrontam-se na segunda meia-final do torneio.