Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Djokovic terá sempre Paris

Tenista sérvio conquistou pela 5.ª vez na carreira o Masters 1000 da capital francesa, ao bater na final o canadiano Denis Shapovalov, com parciais de 6-3 e 6-4. É o 34.º torneio Masters 1000 do palmarés de Novak Djokovic, que está apenas a um de igualar Rafael Nadal na lista dos maiores vencedores dos mais importantes torneios do circuito ATP

Lusa

Dean Mouhtaropoulos/Getty

Partilhar

O tenista sérvio Novak Djokovic, líder do 'ranking' mundial, conquistou este domingo pela quinta vez o Masters 1000 de Paris, ao derrotar o canadiano Denis Shapovalov, 28.º da hierarquia.

Para conquistar o seu 34.º torneio Masters 1000 - ficou a um do recordista Rafael Nadal -, o sérvio precisou de apenas 65 minutos e venceu por 6-3, 6-4.

Apesar do triunfo em Paris, Djokovic já sabia que vai deixar de ser número um mundial, após 52 semanas à frente do 'ranking', cedendo na segunda-feira o 'trono' a Nadal.

Antes do final do ano, 'Nole' ainda pode recuperar o primeiro lugar, durante as ATP Finals, que se disputam a partir de 10 de novembro, em Londres, com os melhores oito tenistas da temporada.

Este foi o quinto encontro entre Djokovic e Shapovalov, todos disputados em 2019 e todos ganhos pelo sérvio.