Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Espanhola Carla Suárez revela que tem um linfoma de Hodgkin

A antiga n.º 6 do ranking mundial, que tinha previsto retirar-se no final deste ano, terá pela frente seis meses de quimioterapia. A vencedora do Portugal Open de 2014 terá recebido o diagnóstico ainda numa fase inicial da doença

Tribuna Expresso

JOSE JORDAN/Getty

Partilhar

A tenista Carla Suárez Navarro está a lutar contra um linfoma de Hodgkin. A espanhola, que já foi número 6 mundial e é atualmente 71.º WTA, revelou num vídeo colocado nas redes sociais que terá agora pela frente seis meses de quimioterapia para tentar debelar a doença, que terá sido detetada ainda numa fase inicial.

Suárez Navarro, que completa 32 anos na próxima quinta-feira, deveria abandonar o circuito no final do ano. Recentemente anunciou que não iria ao US Open e a razão foi agora revelada. Num comunicado, a tenista conta que nas últimas semanas não conseguiu treinar, com o seu corpo a não reagir bem ao esforço. Depois de procurar ajuda médica, Suárez recebeu as más notícias.

"Os médicos dizem-me que o linfoma de Hodgkin é um pequeno e tratável linfoma quando detetado numa fase inicial. O tratamento é claro: seis meses de quimioterapia", pode ler-se no comunicado, em que a tenista espanhola, vencedora do Portugal Open em 2014, expressa ainda "gratidão pelo apoio dos fás", deixando ainda o desejo de voltar o mais rápido possível.