Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

“Tivemos uma discussão e Zverev bateu com a minha cabeça na parede com tanta força que eu tive de me sentar no chão”, acusa Olya

Olya Sharypova, ex-namorada de Alex Zverev, número sete do ranking ATP, acusa o tenista de múltiplas agressões físicas durante o tempo em que estiveram juntos

Tribuna Expresso

WILL OLIVER

Partilhar

O alemão de 23 anos é acusado pela antiga companheira Olya Sharypova. As queixas surgem na mesma altura que outra ex-namorada de Zverev, Brenda Patea, alega ter sido engravidada pelo tenista.

Numa entrevista à publicação russa “Championat”, Olya Sharypova mostrou o desejo de fazer um teste detetor de mentiras. De acordo com Sharypova, os incidentes ocorreram principalmente no Open dos EUA do ano passado, em Nova Iorque, precisamente um ano antes de o tenista ter chegado à final, em setembro.

“A primeira vez que aconteceu foi no início da relação, tivemos uma discussão e ele bateu com a minha cabeça na parede com tanta força que eu tive de me sentar no chão. Saí do hotel a correr, descalça. Dei por mim nas ruas de Nova Iorque, sem saber para onde ir ou o que fazer,” conta Sharypova, acrescentando que o alemão de origem russa a “tentou asfixiar com uma almofada” e lhe “torceu os braços”. “Temi pela vida,” desabafou Sharypova.

No Instagram, Olya escreveu que este não foi, de todo, o único episódio de violência doméstica de que foi vítima. “Foi apenas o mais assustador porque, a certa altura, não conseguia respirar.”

Sharypova contou outro episódio à “Championat”, em que, depois de um passeio com Daria Medvedeva, mulher do tenista russo Daniil Medvedev, Zverev começou a ficar zangado. “Quando chegámos a casa, brigámos. Eu escrevi no Instagram que ele me tentou estrangular com uma almofada. Tentei fugir várias vezes mas ele não me deixava. No fim, lá consegui fugir.”

“Depois desta situação, Zverev escreveu-me e ligou-me. A princípio eu não quis vê-lo, mas decidi que tínhamos de falar. Voltámos a discutir. Quando voltámos ao hotel ele atirou as minhas coisas para o corredor.

O tenista emitiu um comunicado e insistiu que as acusações eram “infundadas”. “Conhecemo-nos desde crianças e partilhámos muitas experiências. Lamento que ela faça essas acusações porque elas não correspondem à verdade,” disse Zverev.