Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ténis

Covid-19. Já são dez os tenistas infetados antes do Open da Austrália

Uma série de contágios registados num voo proveniente de Doha, no Qatar, levou as autoridades australianas a colocarem preventivamente 72 jogadores em quarentena, sem poderem sair dos seus quartos nem para treinar

Lusa

LYNN BO BO

Partilhar

Dois novos casos positivos do novo coronavírus entre tenistas do Open da Austrália, anunciados hoje pelas autoridades, elevam para 10 o número de infeções relacionadas com o torneio do Grand Slam.

Uma série de contágios registados num voo proveniente de Doha, no Qatar, levou as autoridades australianas a colocarem preventivamente 72 jogadores em quarentena, sem poderem sair dos seus quartos nem para treinar.

A ministra responsável pela Polícia no estado de Vitória, Lisa Neville, disse que dois jogadores e duas pessoas relacionadas com o torneio tiveram teste positivo nas últimas 24 horas.

Mais de mil pessoas chegaram na semana passada à Austrália em 17 voos especialmente fretados e os primeiros casos de infeção com o novo coronavírus foram registados entre passageiros.

Todos os jogadores e acompanhantes ficam 14 dias confinados nos seus hotéis, de acordo com o protocolo pré-estabelecido, e somente os que não tiveram contacto de risco nos voos para a Austrália podem sair cinco horas por dia para treinar.

O Open da Austrália, primeiro dos quatro torneios do Grand Slam da temporada, começa em 8 de fevereiro, com três semanas de atraso em relação às suas datas habituais.