Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ténis

Derrota para João Sousa no regresso aos courts

O tenista português foi derrotado pelo espanhol Carlos Taberner, em Antália

tribuna expresso e lusa

Anthony Au-Yeung

Partilhar

O tenista português João Sousa foi derrotado hoje pelo espanhol Carlos Taberner, na primeira ronda do torneio de Antália, no regresso ao ATP Challenger Tour, ao fim de quase oito anos.

No primeiro encontro da época, e regresso ao circuito Challenger desde a vitória, em julho de 2013, em Guimarães, o número um nacional e 93.º colocado no ‘ranking’ ATP mostrou-se incapaz de encontrar argumentos para superar Taberner (144.º ATP), que selou o triunfo em dois ‘sets’, com os parciais de 6-1 e 6-4, em uma hora e 30 minutos.

O vimaranense, que havia disputado o seu último desafio em outubro de 2020, no ATP 250 de Antuérpia, testou positivo ao novo coronavírus na véspera de viajar para a Austrália, onde iria disputar o primeiro torneio do ‘Grand Slam’ da temporada.

Impedido de embarcar para Melbourne, devido às fortes medidas restritivas impostas a todos os jogadores inscritos no Open da Austrália, obrigados a fazer quarentena durante duas semanas, João Sousa optou por se inscrever no torneio de Antália e voltar à competição, iniciando assim, oficialmente, a temporada.

Apesar de favorito, o primeiro cabeça de série português acusou alguma falta de ritmo e enfrentou um jovem adversário, de 23 anos, vice-campeão do Maia Open de 2020, que salvou cinco ‘break points’, em sete, para marcar encontro com o equatoriano Emílio Gomez (164.º ATP) na próxima jornada.

Eliminado na prova de singulares, o minhoto volta agora ao ‘court’ para, ao lado do compatriota João Domingues, disputar o encontro inaugural na variante de pares frente ao holandês Sem Verbeek e o filipino Treat Huey.