Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ténis

Djokovic derrotou Karatsev em três sets e pouco menos de duas horas. Está na final do Open da Austrália pela nona vez

O sérvio espera agora pelo outro finalista: Tsitsipas ou Medvedev

Lusa

PAUL CROCK

Partilhar

Novak Djokovic venceu esta quinta-feira nas meias-finais o russo Aslan Karatsev e vai disputar, pela nona vez na carreira, a final do Open da Austrália, primeiro major da temporada, que está a decorrer em Melbourne Park.

No dia em que o público regressou às bancadas da Rod Laver Arena, após um confinamento geral de cinco dias no estado de Victoria, devido a um surto de covid-19 num hotel usado para quarentenas, o líder do ranking mundial precisou apenas de uma hora e 53 minutos para confirmar o seu favoritismo diante Karatsev, 114.º colocado na mesma hierarquia, em três sets, com os parciais de 6-3, 6-4 e 6-2.

Confirmado o triunfo frente ao russo, de 27 anos, que nunca havia disputado antes o quadro principal de um torneio do Grand Slam, Djokovic fica a aguardar pelo vencedor do encontro entre o grego Stefanos Tsitsipas e o russo Daniil Medvedev para conhecer o seu último adversário na corrida pelo seu nono título em Melbourne e 18.º 'major' da carreira.

  • Quem és tu e de onde vieste, Aslan Karatsev?
    Ténis

    Nos últimos 50 anos, nunca um tenista chegara às meias-finais no seu torneio de estreia em Grand Slams. Aslan Karatsev é russo, veio da fase do qualifying e, até ao Open da Austrália, tinha uma percentagem de vitória na carreira de 23%. Vai defrontar Novak Djokovic (quinta-feira, 8h30, Eurosport) e tem na equipa um preparador físico português