Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ténis

Djokovic eliminado do Masters 1000 de Monte Carlo

O número um mundial foi eliminado na terceira ronda do torneio, por Daniel Evans

lusa

ANNE-CHRISTINE POUJOULAT

Partilhar

O tenista sérvio Novak Djokovic, número um mundial, foi eliminado hoje pelo britânico Daniel Evans na terceira ronda do Masters 1.000 de Monte Carlo, que está a decorrer esta semana no Mónaco.

No regresso à competição, após vencer no Open da Austrália o 18.º título do Grand Slam da carreira, o tenista, de 33 anos, foi surpreendido pelo 33.º colocado no ‘ranking’ ATP, que alcançou o triunfo pelos parciais de 6-4 e 7-5, ao fim de duas horas e seis minutos.

Cometendo muitos erros não forçados (45), o antigo bicampeão do Masters 1.000 de Monte Carlo não conseguiu lidar com a esquerda em ‘slice’ e o jogo variado de Daniel Evans, de 30 anos, e acabou por registar a primeira derrota da temporada, depois de não ter aproveitado um ‘set point’ no segundo 'set'.

Já Evans, que recuperou de uma desvantagem de 0-3 no segundo parcial frente ao número um mundial, garantiu a qualificação, pela primeira vez na carreira, para os quartos de final de um torneio Masters 1.000, tendo como próximo adversário o belga David Goffin (15.º ATP), que bateu hoje o alemão Alexander Zverev, sexto classificado na hierarquia mundial, por 6-4 e 7-6 (7-4).