Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Roger Federer desiste de Roland Garros

"É importante escutar o meu corpo", explicou o suíço

Lusa

IAN LANGSDON

Partilhar

O tenista suíço Roger Federer anunciou este domingo a desistência o encontro dos oitavos de final do torneio de Roland Garros, segundo 'Grand Slam' do ano, contra o italiano Matteo Berrettini.

"Depois de falar com a minha equipa, decidi que devia retirar-me do torneio. Depois de duas operações ao joelho, e mais de um ano de recuperação, é importante escutar o meu corpo e não ir demasiado depressa no meu regresso à competição", disse o helvético.

O tenista suíço, vencedor de 20 torneios do 'Grand Slam', um deles em Paris (2009), disse ainda estar "feliz com os três triunfos" e reconheceu que não há nada melhor do que o sentimento de regressar aos 'courts'".

Federer, de 39 anos, já tinha deixado em aberto a possibilidade de abandonar a prova, depois do seu triunfo de sábado face ao alemão Dominik Koepfer, em três horas e 35 minutos, por 7-6 (7-5), 6-7 (3-7), 7-6 (7-4) e 7-5.