Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ténis

Roland Garros. Novak Djokovic serviu a Nadal a sua 3.ª derrota de sempre em Paris e está na final

Numa partida de enorme intensidade e qualidade, o sérvio, número 1 mundial, tirou a possibilidade ao espanhol de tentar um 14.º título na catedral da terra batida, ganhando por 3-6, 6-3, 7-6 e 6-2. Djokovic vai encontrar Stefanos Tsitsipas na final

Lusa e Tribuna Expresso

YOAN VALAT/EPA

Partilhar

O número um mundial, Novak Djokovic, derrotou esta sexta-feira nas meias-finais de Roland Garros o espanhol Rafael Nadal, 13 vezes campeão do torneio, e garantiu o regresso à final do segundo major da temporada, que venceu em 2016.

Num duelo muito intenso e de enorme qualidade que se prolongou durante quatro horas e 11 minutos, o sérvio, de 34 anos, conseguiu levar a melhor diante o esquerdino de Manacor, número três do mundo, em quatro equilibrados ‘sets’, com os parciais de 3-6, 6-3, 7-6 e 6-2.

Naquela que será a sua sexta final na ‘catedral’ da terra batida, Novak Djokovic vai lutar pelo segundo troféu em Paris e 19.º torneio do Grand Slam da carreira ante o grego Stefanos Tsiptsipas, que se vai estrear numa final de um torneio major.

Para Rafael Nadal esta foi apenas a 3.ª derrota de sempre em Roland Garros, em 108 partidas disputadas na catedral da terra batida, onde este ano tentava um 14.º título.

O encontro prolongou-se para lá da hora de recolher obrigatório em França (22h), mas as autoridades acederam aos "pedidos" das pessoas presentes no court principal de Roland Garros, que não queriam abandonar o encontro a meio, e deixaram o duelo decorrer até final com as bancadas com público.