Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Pedro Sousa perde na 1.ª ronda e Wimbledon já não tem portugueses

Encontro frente ao italiano Lorenzo Sonego acabou com a derrota do número dois nacional e 121 do ‘ranking’ ATP pelos parciais de 6-2, 7-5 e 6-0. Depois da derrota de João Sousa, já não há representante nacionais no terceiro torneio do Grand Slam do ano

Lusa

ANDRE KOSTERS

Partilhar

O tenista português Pedro Sousa foi esta quarta-feira incapaz de superar o italiano Lorenzo Sonego e foi eliminado na primeira ronda de Wimbledon, terceiro ‘major’ da temporada, que está a decorrer no All England Club, em Londres.

O encontro esteve agendado para terça-feira, mas, devido à chuva, foi adiado e acabou com a derrota do número dois nacional e 121 do ‘ranking’ ATP, frente ao 23.º cabeça de série, em três sucessivos ‘sets’, pelos parciais de 6-2, 7-5 e 6-0.

Depois de sofrer duas quebras de serviço na partida inaugural, o lisboeta, que se estreou no quadro principal de Wimbledon, ainda dispôs de um ‘set point’ no 10.º jogo do segundo parcial, mas não converteu e permitiu o primeiro dos dois ‘breaks’ sofridos.

Obrigado a vencer o terceiro ‘set’ para se manter em prova no ‘court’ número quatro, Pedro Sousa viu-se completamente dominado pelo transalpino, 27.º colocado na hierarquia mundial, que não deu qualquer hipótese e encerrou a contenda ao cabo de uma hora e 48 minutos.

Enquanto o português, de 33 anos, se despediu do All England Club, Lorenzo Sonego, de 26 anos, garantiu o acesso inédito à segunda ronda de Wimbledon e terá como próximo adversário o colombiano Daniel Elahi Galan, que bateu o argentino Federico Coria, por 6-4, 4-6, 7-5 e 7-5.

Consumado o desaire de Pedro Sousa, Wimbledon fica sem portugueses, uma vez que João Sousa, número um nacional e 120 da hierarquia mundial, tinha sido igualmente eliminado na estreia, pelo também italiano Andreas Seppi, em quatro ‘sets’, por 4-6, 6-4, 7-5 e 6-2, ao fim de três horas e 11 minutos.