Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Ténis

Djokovic chegou às ATP Finals, viu o troféu de número um do ano e venceu o primeiro jogo

O sérvio já conquistou o evento de final de temporada da ATP por cinco vezes e joga para igualar o recorde de Roger Federer. Esta segunda-feira, Novak Djokovic ganhou a Casper Ruud em dois sets, por 7-6 (7-4) e 6-2

Lusa com Tribuna Expresso

MARCO BERTORELLO/Getty

Partilhar

O tenista sérvio e líder mundial, Novak Djokovic, ganhou esta segund-feira ao norueguês Casper Rudd, oitavo do ranking, na primeira ronda do grupo verde das ATP Finals, em Turim, Itália.

'Nole' impôs-se na primeira partida, mas só no desempate (tie-break), por 7-6 (7-4), seguindo-se um segundo parcial mais cómodo (6-2), ao fim de cerca de hora de duelo, no piso rápido e coberto da cidade transalpina.

Já após levar a melhor do adversário norueguês e de se estrear nesta edição da prova que encerra a temporada do circuito ATP, o sérvio foi presenteado com o troféu que distingue o tenista que acaba o ano como líder do ranking. Houve fotografias-mil, beijos no caneco e sorrisos para a câmara.

Ainda hoje, o grego Stefanos Tsitsipas, quarto do mundo, e o russo Andrey Rublev, quinto favorito, defrontam-se, também incluídos neste agrupamento da prova, que junta os melhores colocados ATP do ano.

  • ATP Finals: vem aí um golpe de autoridade de Djokovic ou um novo grito de afirmação da nova geração?
    Ténis

    Em Turim, Novak tentará conquistar o torneio que reúne os melhores do ano pela sexta vez, igualando o recorde de Roger Federer. Sem a presença do suíço nem de Nadal, os seus rivais de sempre cujas ausências se vão tornando cada vez mais recorrentes, o sérvio, que acaba de se tornar no tenista da história que mais vezes terminou um ano como n.º1 e que mais Masters 1.000 venceu, lidará com a concorrência de Medvedev, Zverev ou Tsitsipas. Nomes que, mais do que futuro, são o presente do ténis