Tribuna Expresso

Perfil

Tribuna Expresso

Rui Pinto chega a Portugal esta quinta-feira. E tem de ser ouvido em 48 horas

O português está preso desde o início de março em Budapeste, na Hungria, suspeito de seis crimes

Micael Pereira

Partilhar

Rui Pinto, um dos denunciantes do “Football Leaks”, chega a Portugal esta quinta-feira, proveniente de um voo de Budapeste, na Hungria, onde tem estado em prisão preventiva desde 5 de março, apurou a Tribuna Expresso junto da defesa de Pinto. Uma vez em território português, tem de ser ouvido por um juiz de instrução criminal em 48 horas. Ou seja, até este sábado.

Na semana passada, depois de as autoridades húngaras terem recusado o recurso apresentado pela defesa do português responsável pela plataforma Football Leaks, ficou a saber-se que Rui Pinto seria extraditado para Portugal.

Rui Pinto esteve em prisão domiciliária entre 18 de janeiro e 5 de março, e encontrava-se detido num estabelecimento prisional desde esse dia após a decisão da justiça da Hungria que acedeu ao pedido de extradição das autoridades portuguesas. Pinto está indiciado por seis crimes: violação de segredo (2), ofensa a pessoa coletiva, extorsão na forma tentada e acesso ilegítimo (2).