Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Que este texto seja violentamente ridicularizado após o jogo. Até pode ser o Pedro Guerra a gozar comigo. Não quero saber (Um Azar do Kralj)

A lista de oito desejos de Um Azar do Kralj para o Clássico envolve toda a gente a aparecer de gravatas, rituais religiosos e uma subscrição do Office 365

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

NurPhoto

Partilhar

1. Distribuição de terços em vez de cartolinas antes do jogo

Esqueçam as coreografias do costume. Basta olhar para as estatísticas de Rui Vitória nos jogos contra Porto e Sporting para perceber que isto não vai lá com frases motivacionais escritas em folhas A3. Menos que 3 Avé Marias antes do voo da águia Vitória e podem esquecer os 3 pontos.

2. Um jogo bem jogado

Estou a brincar. Isso seria mais ou menos como esperar que o Pedro Guerra desaparecesse da superfície terrestre. Pode acontecer, mas se depender do atual Benfica, é improvável. Espero acima de tudo que uma sucessão de acontecimentos cataclísmicos conduza o Benfica à vitória.

3. Obrigar o Herrera a uma nova plástica

Eu sei o que estão a pensar e não, não quero que o Ruben Dias se arme em cirurgião plástico com os pítons. Refiro-me a uma desfiguração facial de caráter simbólico, que termine com o mexicano em questão prostrado no chão a pedir assistência médica mas de um psicólogo. Seria o mínimo depois daquilo que nos fez na época passada.

4. Toda a gente aparece na Luz com uma gravata de riscas brancas e encarnadas

Se perdermos, o que é provável, cada adepto deverá substituir o tradicional lenço branco por esta gravata. Para que o momento não pareça demasiado forçado, os adeptos podem optar entre abanar a gravata como se fosse um cachecol ou fingir que se está a enforcar com a mesma.

5. Um novo ritual pré-jogo

Em vez da habitual troca de galhardetes, os capitães das duas equipas levarão um símbolo mais contemporâneo do seu clube: André Almeida entregará a Herrera uma subscrição do Office 365 com armazenamento ilimitado no email e 6 meses de acesso ao Citius, ao passo que o capitão do FC Porto levará consigo uma bandeja de fruta e um retrato do Guarda Abel.

6. Um novo talento na posição 10

Perante a ausência de João Félix e a aposentação de Rui Costa, torna-se evidente que o Benfica precisa de um jogador com imaginação, fôlego e a genialidade necessária para desbloquear o jogo na fase de construção ofensiva, só assim para parecer que sei do que estou a falar. Só vejo dois jogadores com estas características no atual plantel: Jonas e Alfa Semedo.

7. Um jogo sem lesões ou expulsões estúpidas

Felizmente, esta lista de desejos impossíveis está quase a terminar. 90 minutos sem lesões ou expulsões? Nem a Make a Wish Foundation conseguiria tornar este uma realidade.

8. Que este texto seja violentamente ridicularizado após o jogo

E tudo porque ganhámos. Até pode ser o Pedro Guerra a gozar comigo. Não quero saber. É que, apesar de tudo, não haveria nada melhor nesta fase da época para um adepto desconfiado desta equipa, mas acima de tudo descrente em Rui Vitória, do que ganharmos ao Porto e conseguirmos de uma vez por todas quebrar este enguiço. São 3 pontos a mais e, mais importante ainda, menos uma conferência de imprensa de Rui Vitória a desculpar-se ou a explicar que os seus jogadores são chefes de família que merecem ser respeitados. Que o jogo de domingo nos poupe a essa sina.