Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Mais que três pontos, Um Azar do Kralj acredita que o remate de Grimaldo deu dinheiro suficiente para pagar a indemnização de Rui Vitória

O Benfica-AEK não foi o jogo mais entretido de sempre, assim que Um Azar do Kralj viu Pizzi a pedir a Rui Vitória que o retirasse de campo se por acaso adormecesse. E assim foi

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

NurPhoto/Getty

Partilhar

Vlachodimos

Foi um dos três mil espectadores presentes na Luz e esteve entre os poucos que conseguiram manter-se acordados ao longo de toda a partida. Tal como a maioria, Vlachodimos também nunca tinha assistido a um jogo para decidir o 31º e o 32º classificados numa competição internacional. Numa palavra, foi desapontante. Em três, foi uma bela merda.

André Almeida

Não sei se temos um lateral direito com nível de Champions, mas é menino para aparecer no onze da semana da Liga Europa. Se for transferido em Janeiro. Pensavam que estava a falar do Benfica? Calma.

Ruben Dias

Secou os gregos que lhe apareceram pela frente como se o prémio da vitória lhe pagasse o salário deste mês. Mais ou menos como deve ser.

Jardel

Não me lembro de uma acção de Jardel durante o jogo de hoje que me faça querer elogiá-lo, mas acima de tudo não me recordo de nada que me faça querer trocá-lo pelo Conti.

Grimaldo

Um remate de belíssimo efeito quase a terminar o jogo deu ao Benfica a vitória no jogo de hoje mas, acima de tudo, dinheiro suficiente para pagar a indemnização de Rui Vitória. Se isto não é merecedor de uma estátua, digam-me vocês o que é.

Alfa Semedo

Jantar sushi por menos de 20 euros. Sair de casa para ver uma banda de tributo aos Pink Floyd. Seguir humoristas portugueses que apareceram depois do Ricardo Araújo Pereira. Comprar um perfume da Mercedes. Ter Alfa Semedo a liderar o nosso meio campo defensivo. Tudo coisas que talvez aceitemos porque somos pessoas tolerantes e estamos disponíveis para sermos surpreendidos, apesar de sabermos que dificilmente estarão ao nível do original (Fejsa).

Gedson

A sua displicência numa das melhores oportunidades do jogo merecia, mais que tudo, uma palavra de ânimo e motivação. Rui Vitória baixou a cabeça como se tivesse visto um mau cruzamento de André Almeida.

Pizzi

Pediu a Rui Vitória que o retirasse de campo se por acaso adormecesse, e assim foi.

Rafa

Uma lesão do nosso jogador em melhor forma. Que bom. Era só o que nos faltava. Se por algum infortúnio o Jonas se lesionar nos próximos dias, corremos o risco de chegar ao fim de 2018 matematicamente despromovidos.

João Félix

Rui Vitória nunca foi propriamente um garimpeiro. Foi um tipo a quem deram uma quilo de diamantes e disseram: vá, agora faz qualquer coisa bonita. Acontece que Rui Vitória também não é designer de jóias, o que talvez explique parte do sub-rendimento de João Félix, que parece preso a uma ideia de jogo que não é a dele nem a de nenhum benfiquista. Hoje vimo-lo pregado ao flanco como se alguém se tivesse esquecido dele, ou da promessa do seu talento. Por este andar, essa não será cumprida em Portugal.

Seferovic

Durante anos o futebol do Benfica convenceu-nos de que estávamos perante um conjunto de vencedores. Podiam não ser os melhores do mundo, mas uma combinação de talento, perseverança e estrutura parecia condenar aqueles humanos à vitória, pelo menos em Portugal, pelo menos durante alguns anos. Seferovic é o contrário disso. Com ele, tudo parece destinado a bater na trave. As vezes que forem necessárias, até à derrota final. Com o Montalegre, ou qualquer coisa assim.

Zivkovic

Foi colocando a bola redondinha, um cruzamento atrás do outro, no sítio onde deveria estar alguém para concretizar, mesmo sabendo que a ausência de um verdadeiro homem de área resultaria em descontentamento dos adeptos. Seferovic lá percebeu a ideia e acertou na trave, condenando mais uma exibição muito aceitável de Zivkovic ao mais absoluto dos esquecimentos. Há-de sair em Janeiro para um clube menor, que fará dele um novo Mario Stanic.

Cervi

Rui Vitória provou a comida e percebeu que estava bom de sal, então pôs mais sal.

Castillo

Agora que tatuou uma garrafa de água com uma cruz de cristo no braço direito, Castillo espera que Rui Vitória lhe dê mais oportunidades.