Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Quando se tornar segurança privado, Castillo recordará a noite em que entrou aos 90' para queimar tempo em Montalegre (por um Azar do Kralj)

Porque esse será o instante de humilhação que, daqui a seis meses, vai convencer o chileno a deixar o futebol para abraçar novas carreiras. Após o jogo da Taça do Benfica frente ao Montalegre, Vasco Mendonça pede ainda um aumento à Tribuna Expresso, na medida em que a cada exibição da equipa de Rui Vitória aumenta a sua necessidade de recorrer a drogas pesadas, o que não é um vício barato

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

Gualter Fatia

Partilhar

Svilar

Aos poucos, o Benfica retoma a sua trajectória vitoriosa e dominadora, contra tudo e todos, até mesmo contra os muitos milhares de ingénuos que exigem melhor futebol. Svilar voltou a ser titular e tem a partir de hoje o melhor rácio de golos sofridos contra o Montalegre num jogo da Taça de Portugal. Tem também o pior rácio de saídas dos postes, mas quem é que está a contar?

Corchia

Por incrível que pareça, foi dos poucos jogadores cuja exibição não me fez lembrar as mais violentas técnicas de tortura.

Conti

Sure, but can you do it on a cold rainy night in Montalegre?

Jardel

Podia dizer que Jardel teve mais trabalho do que talvez ele antecipasse, mas isso seria insulto à inteligência de Jardel. O capitão sabe que tudo é possível nesta equipa e chegou a sentir-se um cheirinho a posta lisboeta na terra da vaca barrosã. Aquele slogan da Adidas - impossible is nothing - ganhou nova vida com este Benfica.

Yuri Ribeiro

Exibição discreta frente a uma equipa do seu campeonato.

Alfa Semedo

Sabes que isto está tudo #?%}^do quando, a meio de uma partida de futebol em Montalegre, uma parte do teu cérebro parece sugerir que o Alfa Semedo seria uma opção melhor para o centro do terreno do que o Fejsa.

Gabriel

A forma como Gabriel conduz a bola naquele milissegundo antes de um erro não forçado parece indicar a existência de um bom jogador. Essa sensação deu-nos sensivelmenfe 23 milissegundos de bom futebol esta noite.

Krovinovic

Há mentes que se recusam a desistir e há pés que se recusam a jogar mal. Krovinovic não faz greve, não se esconde do jogo e não perde tempo a apontar o dedo. A tudo isso junta uma tendência crónica para ter boas ideias num relvado. Nada como um problema de saúde grave para nos ajudar a colocar os problemas em perspectiva. Para ele Rui Vitória não é nada de mais. Para os adeptos do Benfica, é uma rotura de ligamentos do cérebro. Que a vida - ou eventualmente a SAD - nos permitam regressar mais fortes desta lesão.

Zivkovic

Começam a ser demasiados minutos em campo. Será que Rui Vitória o confundiu com outro jogador? Um caso severo de miopia explicaria muita coisa.

Seferovic

Não sei se este é o melhor momento, malta da Tribuna, mas sinto que estas exibições do Benfica justificam um aumento da minha remuneração. Se isto continua assim vou precisar de recorrer às drogas pesadas. Não é um vicio barato.

João Félix

Continua a envelhecer bem com Rui Vitória, alternando alegremente entre o banco de suplentes, a posição errada no campo e o fortnite.

Gedson

Entrou para o lugar de Gabriel, não porque isso tivesse alguma substância em termos tácticos, mas porque Rui Vitória precisava de reforçar o meio campo para defender o resultado e teve vergonha de chamar o Samaris. Haja um mínimo de decência.

Cervi

O seu futebol transformou-se num problema de primeiro mundo, provocando em mim níveis de indignação só comparáveis ao de uma equipa de apoio técnico que promete aparecer lá em casa entre as 9 e as 13. Cervi é o tipo que liga às 14 que afinal não vai dar para passar lá hoje. Uma figura cuja humanidade compreenderemos, mas só depois de o insultarmos e pedirmos para falar com o seu supervisor, apenas para descobrirmos que esse (RV) é ainda pior.

Castillo

Entrou aos 90 pra queimar tempo. Daqui a uns 6 meses, quando Castillo arrumar as botas, será este o momento recordado, o instante de humilhação que o fez deixar o futebol e abraçar uma carreira na segurança privada.