Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Última hora: a Proteção Civil registou 37 ocorrências na associação recreativa de Alvalade (o furacão Félix, por Um Azar do Kralj)

Aqui está a a análise realmente parcial, como se quer, de Vasco Mendonça à vitória robusta do Benfica sobre o Sporting, com o autor da prosa a emprestar homenagem ao miúdo João que deixou os de Alvalade a “lidar com o quarto lugar”

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

Gualter Fatia

Partilhar

Vlachodimos

Depois de sobreviver ao choque com um poste de fabrico holandês, Vlachodimos viu Artur Soares Dias premiar o seu esforço com um penalty e uma expulsão que não vem nos regulamentos. Se houver justiça no mundo, regressará ao relvado já esta quarta-feira para ver outra mão cheia de golos na baliza dos campeões da vida.

André Almeida

Cabazada do Benfica sem golo ou assistência de André Almeida? Acho que chegou o momento de pensarmos se é este o futebol que queremos em Portugal.

Rúben Dias

Foi giro vê-lo balanceado no ataque aos 5 minutos, num lance em que fez lembrar aquele dia em que eu tirei as bóias aos meus filhos na piscina grande. Bastaram 2 ou 3 segundos para Rúben Dias se sentir em zona de ninguém e congelar. Nada disto impediu o miúdo de fazer uma exibição tremenda, em que leu quase sempre bem as jogadas e chegou sempre primeiro. Nada mais justo do que coroar essa bela exibição com um golo obtido na sequência de um lance de bola parada, uma inovação introduzida neste Benfica desde que voltámos a ter um treinador de futebol.

Jardel

Nada como uma tarde de domingo com chá e scones.

Grimaldo

Só precisou de duas incursões fulminantes pelo seu flanco para fazer Frederico Varandas arrepender-se das entrevistas e comunicados que deu ao mundo esta semana. O espanhol teria corrido rumo à tribuna de Alvalade para festejar o bonito momento de futebol com o presidente do Sporting, mas Bruno Lage ordenou de imediato que Grimaldo regressasse à sua posição em campo e não desse as costas, instrução que o espanhol cumpriu como se fosse um miúdo do Seixal.

Samaris

O novo Samaris disputou o lance de forma justa e razoável. O velho Samaris teria arrancado uma perna ao adversário no lance do golo do Sporting. Mas que não se pense que perdemos o homem.

Gabriel

Dos catorze milhões de indivíduos que compõem a nossa massa associativa, quantos devem um pedido de desculpas a Gabriel? O brasileiro calou definitivamente todos os que pedem a entrada de Gedson no onze, secando as saídas do adversário e aproveitando a oposição macia para colocar bola atrás de bola nas costas de um adversário que não conseguia sequer caminhar em linha recta.

Pizzi

Esteve bem em todos os lances de que me recordo: converteu um penálti frente ao especialista Renan, defendeu João Félix de uma ou duas demonstrações de mau perder por parte dos adversários, fez uma assistência, cumpriu exemplarmente o seu papel ofensivo deambulando pelo lado direito e quaisquer outros corredores onde os jogadores do Sporting colocassem uma passadeira. O ponto alto foi, ainda assim, quando pediu a Bruno Fernandes que falasse mais baixo porque a equipa queria ouvir os adeptos. Não mais deixámos de os ouvir.

Rafa

88 minutos plenos de entrega, sacrifício e aquela dose de bailinho que há muito não víamos no Benfica em jogos contra os grandes. Nada mais irónico do que terminar a ceder o lugar a Svilar.

João Félix

A Proteção Civil registou 37 ocorrências na zona do Lumiar esta tarde, com especial intensidade no espaço entre as linhas do Sporting. O furacão João atacou sem piedade esta zona da cidade e apanhou a associação recreativa de Alvalade desprevenida. As autoridades conseguiram, nas últimas horas, socorrer com vida todos os atingidos, mas estão longe de poder calcular todos os danos causados. À agência Lusa, fonte oficial da Protecção Civil confirma que as perdas materiais e espirituais deverão ser avultadas, não restando às vítimas outra opção que não lidar com o quarto lugar.

Seferovic

Que mundo é este em que olhamos para Seferovic e vemos melhor marcador do Benfica? Ainda não sei bem, mas quero muito viver nele.

Svilar

A cara de sono não enganava. Entrou em campo com aquele ar aluado de quem chegou de um after. Não sei se chegou sequer a ver a bola rematada por Bas Dost.

Cervi

Não é fácil substituir João Félix e o argentino terá dado o seu melhor. Ainda assim, continua a não convencer. Não chega ser baixinho, mas é um começo. Eu explico: a melhor hipótese de Cervi neste momento é aparecer num treino de captação dos iniciados do Benfica e fazer o seu caminho até ressurgir na equipa principal como um miúdo do Seixal.

Salvio

Esperem por nós, amigos portistas!