Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

As memórias de pessoas clinicamente falecidas incluem túneis, luz, aulas com o prof. de Alverca. Tudo passa (Samaris, por Um Azar do Kralj)

Ora aqui está a imagem after life usada por Vasco Mendonça para descrever o renascimento de Samaris, um caminho que Cervi ainda está a percorrer. Obviamente, esta contra-crónica é sobre segundo triunfo consecutivo do seu querido Benfica sobre o seu menos querido Sporting

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

Carlos Rodrigues

Partilhar

Svilar

Fica a sensação de que podia ter feito mais qualquer coisa no lance do golo do Sporting - o bigode, por exemplo.

André Almeida

Parece confortável na sua nova pele. Agora que não lhe pedem para resolver jogos, André Almeida regressou ao horário de expediente normal e comporta-se como um lateral direito sóbrio, de processos simples, que não inventa. Mas não se preocupem. Quando as saudades das suas invenções começarem a bater, ele vai chegar-se à frente para mais uma assistência que parece fácil - vinda dele - ou mais um golo que parecia impossível - se não fosse ele.

Rúben Dias

Assim que se cruzou com Luiz Phelyppe entregou-lhe a chave do carro e uma nota de 5 euros, mas percebeu o equívoco a tempo e lá acertou a marcação a tempo .

Jardel

Teve pouco tempo para humilhar os seus adversários esta noite. Abandonou o jogo antes do final da primeira parte com uma lesão e não disfarçou o olhar desconfiado, como se tivesse sido alvo de uma emboscada organizada pelos miúdos do Seixal para promoverem Ferro ao onze titular.

Samaris

As recordações de pessoas que estiveram clinicamente mortas incluem túneis luminosos, pessoas próximas, nuvens densas, escuridão absoluta, ou a recepção de instruções de jogo dadas por um professor de Alverca do Ribatejo. Felizmente, todas elas regressam a si com uma enorme vontade de viver e aproveitar a fortuna de uma nova oportunidade.

Gabriel

Se a expressão rolo compressor voltou a entrar no léxico benfiquista, isso deve-se em grande parte à evolução de Gabriel, um rapaz que parecia ter tudo para ser um novo Filipe Augusto ou coisa parecida, e que afinal é um monstro de um jogador que dá novos mundos ao futebol benfiquista, com e sem bola. Muito bem no remate do golo, apontando às mãos de Renan porque sabia que este se encarregaria de colocar a bola na baliza.

Pizzi

Depois daquela história dos Super Wings, e sabendo do crescendo exibicional do colectivo, Pizzi até jogava na baliza se fosse preciso. Não espantou portanto que se tivesse desunhado para jogar numa posição que não é a sua. Ao fim de alguns minutos já se tinha familiarizado com o corredor esquerdo. Pouco depois fez uma assistência para golo.

Salvio

Ainda não deve ter visto os desenhos animados favoritos do filho de Bruno Lage, tal é a mania de tentar salvar o Benfica através de lances individuais. É certo que lançou o Benfica para um ataque fulminante que culminou no primeiro golo, mas fez por apagar isso da nossa memória. Esta manhã, quando os colegas estiverem a rever os erros cometidos durante a partida, Salvio terá uma maratona de Super Wings à sua espera no computador da biblioteca.

João Félix

Há um conhecido historial de génios bem sucedidos que passaram a fase inicial das suas carreiras a atirarem-se para o chão, portanto há que manter a calma. Enquanto João Félix for sobrevivendo a arraiais de pancada como o da primeira parte, continuará a reunir condições para ser o jogador que todos querem ter. Concordo com os críticos: o miúdo não joga como se valesse 120 milhões. Joga como se não quisesse saber disso para nada. É continuar.

Seferovic

Faltou a sua pontaria para transformar em goleada uma vitória que nunca chegou a estar verdadeiramente em causa. Continua a festejar os golos da equipa gritando asneiras em português. Só lhe fica bem.

Ferro

Não sei quanto a vocês, mas eu nunca tinha feito base jumping. Pensei que ia morrer, mas acabou por ser interessante. Quem sabe um dia destes repito a experiência.

Rafa

Depois de uma exibição dominadora em Alvalade, o banco de suplentes. Cedeu o lugar a Salvio, mas recuperou-o uma hora depois. Até os mestres da tática como Bruno Lage cometem erros. É também isso que os aproxima de nós.

Cervi

Continua a recuperar dos anos de convívio próximo com Rui Vitória. Há-de voltar a si mesmo.