Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Florentino? É doping ou tem 30 anos, vamos lá ver o que inventam, mas ponham duas bolas em campo que ele recupera-as (Um Azar do Kralj)

Vasco Mendonça tem algumas considerações pertinentes a fazer sobre a equipa que bateu o Chaves por 4-0. E podiam ter sido mais, caso Rafa não tivesse falhado alguns golos que teriam obrigado o Chaves a rebocar o autocarro no final do jogo

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

Carlos Rodrigues

Partilhar

Vlachodimos

Mais do que as poucas intervenções para proteger a baliza, importa destacar a forma esclarecida como lança a jogada que resulta no golo de Seferovic. Sim, poderá parecer a um olho menos treinado que Vlachodimos chuta simplesmente para onde está virado, mas isso seria ignorar o trabalho que tem sido desenvolvido, a cumplicidade hoje existente entre ele e os colegas e o talento redescoberto para fazer omeletes até quando parecem faltar ovos, limonada com toranjas verdes, gente que aproveita todas as oportunidades como se fosse a primeira, até mesmo os restos de um pontapé mal gizado, para dar aos adeptos um espectáculo. E quem não vê isto é cego ou de outro clube.

Corchia

Exibição muito competente. Depois da sua fase Rui Vitória, Corchia aparece em campo perfeitamente alinhado com a restante equipa e até é mesmo capaz de demonstrar alegria na prática da modalidade, mesmo sabendo que a titularidade vitalícia pertence a André Almeida.

Rúben Dias

No fim do jogo olhou embevecido para os meninos Jota, Félix e Florentino, e terá pensado "#?%&-se, eu só tenho 21 anos, porque é que estou a olhar para estes putos como se fosse pai deles?". Felizmente, aconteceu uma coisa a Rúben Dias chamada Benfica, que o obrigou a crescer.

Samaris

Um pequeno deslize no início do jogo não o impedirá de constar no melhor onze da jornada, e logo na posição de central, que não desempenhava na perfeição desde uma célebre joga em São Petersburgo que o levou a aparecer no onze da semana da UEFA. Não sei se aquela braçadeira de capitão significa que já renovou contrato, mas a jogar assim é bom que seja esse o caso.

Grimaldo

Uma mão cheia de incursões pelo lado esquerdo do ataque que deviam cobrar novo bilhete já a partir de amanhã no Centro de Arte Moderna.

Florentino

Deve ser doping, ou então tem 30 anos. Veremos o que inventam. Seja como for, o próximo passo será colocar uma segunda bola em jogo e obrigar Florentino a recuperar as duas - em nome da evolução do jogador e do espectáculo.

Gabriel

Quer-me parecer que os passes teleguiados de hoje, ainda mais teleguiados do que é habitual, a planar até chegarem aos pés de um colega, resultaram de intervenção divina. Um abraço, Gabriel.

Pizzi

Pode dizer-se que perdeu algum do protagonismo excessivo que chegou a ter nesta equipa, mas é hoje um digníssimo actor secundário no meio da miudagem sedenta de holofotes, um Michael Caine do meio-campo, livre para desempenhar diferentes papéis e quase nunca desapontar.

Rafa

Se houve coisa que aprendemos ao longo das últimas semanas, foi esta: nunca duvidem de Bruno Lage. Foi ele quem, perante a insistência dos jornalistas face à aparente escassez de avançados no final de Janeiro, explicou que Rafa era uma das opções disponíveis para essa posição. Estamos quase em março e Rafa continua a marcar golos como se não houvesse amanhã. É certo que também falha muitos e existe um amanhã que não se compadece com isso, mas o miúdo tem-se safado muito bem. O Tiago Fernandes que lhe agradeça, se ele não tem falhado uns quantos lances o Chaves teria saído da Luz com um autocarro rebocado e mais de meia dúzia no bucho.

João Félix

Eu sei que o jogo começou tarde, mas ainda não eram dez da noite quando assistimos ao primeiro momento de pornografia da noite, uma receção de bola plena de intenção que fez o autocarro do Chaves deslizar por uma ribanceira abaixo. Alguns minutos depois, novo momento de sexo ao vivo, a passe de Seferovic, com um duplo remate que até soube melhor assim. Aquela recarga de João Félix é um gesto que o comum dos mortais só tenta quando a bola já entrou pelo menos uma vez na baliza e queremos exibir aquela raiva eufórica de quem está a ganhar. O mais provável é o comum dos mortais falhar a baliza em ambas as tentativas, mas João Félix não se tem revelado um comum mortal.

Seferovic

É agora o melhor marcador da Liga NOS. Eu sei. Claro que sim, eu espero. Se quiserem, vão lá fora apanhar ar. Bebam um copo de água com açúcar ou, melhor ainda, celebrem. Os seus golos podem não valer tanto, mas se compararmos as expectativas no início da época com esta realidade paralela em que vivemos, estes 15 golos de Seferovic valem por alguns 60 de Messi. Ou seja, isto ainda vai acabar com uma vitória do Messi, mas saibamos apreciar mesmo assim.

Jonas

Esqueçam Bradley Cooper e Lady Gaga. Ponham os olhos em João Félix e Jonas no lance do quarto golo. Pode não ter a mesma tensão sexual, mas foi o suficiente para deixar 6 milhões de pessoas excitadas, a suplicar por mais.

Jota

Mais uma adição dramática aos Super Wings. As famílias não vão ter dinheiro para comprar a coleção inteira no próximo natal. E quem diz as famílias diz o Real Madrid, o Barcelona ou o Man United

Zivkovic

Entrou em campo sorridente, sabendo que ia jogar meia dúzia de minutos, mas feliz por fazer parte de tudo isto. Foi essa atitude que lhe permitiu participar no carrossel do quarto golo e correr na direcção dos colegas, ainda com aquela estranheza de quem sente que está a festejar os golos com meia dúzia de apanha-bolas.