Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Nada temei, fiéis, pois o Senhor providenciará voos a Shanghai por €689 na Emirates para curar o espécime suíço (o bíblico Um Azar do Kralj)

Há momentos assim, em que a fé arrebata e arrasta Vasco Mendonça para a leitura Sagrada. Foi lá que encontrou um sem número de citações que se adequam à descrição que fez dos jogadores do Benfica que disputaram o jogo em Zagreb. Além de recomendar calma aos fiéis, porque quem cura Marega, cura facilmente Seferovic, Vasco também escreve sobre deambulações na Rua do Caldas e nas ruas croatas, maus fígados, declamações poéticas e BFF's

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

Vlachodimos

Dizei aos turbados de coração: Sede fortes, não temais; eis que o vosso Deus virá com vingança, com recompensa de Deus; ele virá, e vos salvará.
Isaías 35:4

Tal como nós, Vlachodimos pareceu estranhar a impetuosidade ofensiva dos croatas, mas não deixou que isso quebrasse a sua concentração. O grego é o principal responsável por levar esta eliminatória para a segunda mão, onde faremos aquilo que nos compete: dizimar os sonhos deste inocente Dínamo Zagreb, convencido que estará da sua capacidade para sobreviver a uma descida ao Inferno.

Corchia

Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados; Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos
Cap. 2, Coríntios 4:8, 9

Independentemente do valor que começo a reconhecer-lhe, a pessoa sabe que foi uma noite complicada quando há gente nas redes sociais a dizer que Corchia foi um dos melhores do Benfica.

Rúben Dias

Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes.
Mateus 5:42

Ingénuo na abordagem ao lance do penálti, em que acabou por oferecer meio golo a um croata em nada merecedor de tamanha generosidade. Mas é esta a entrega de Rúben Dias ao jogo: sem temor, com a sofreguidão própria de quem quer ganhar tudo em cada lance e por isso dá o que tem e o que não tem. O excesso de generosidade tem estas desventuras, que só tornarão o nosso capitão mais forte.

Ferro

Sofre pois, comigo, as aflições como bom soldado de Jesus Cristo.
Cap. 2, Timóteo 2:3

Sofreu e de que maneira, sendo obrigado a pisar zonas laterais para compensar a projecção do colega na lateral, assim como a demais compensações, para além de ter feito maioritariamente aquilo que lhe competia no seu raio de acção.

Grimaldo

E tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis.
Mateus 21:22

É nestas alturas em que Grimaldo termina um jogo agarrado à perna que eu mando o Richard Dawkins e o Sam Harris às malvas e rezo a Deus, Lage e todos os santinhos para que não seja nada. Mais importante do que saber como jogou hoje, é saber que voltará a jogar. Como se não lhe chegasse o sofrimento de jogar no mesmo flanco de Krovinovic e Cervi.

Florentino

Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo;
Filipenses 1:6

Encheu o campo na medida do possível, apesar de hoje ter mais adversários do que tem sido habitual, isto se incluirmos alguns dos colegas. Foi provavelmente o adversário mais complicado que enfrentou até agora na equipa principal, e ainda assim saiu intacto. Nunca uma criança pareceu tão calma sob pressão. Apetece dizer, em caso de incêndio: mulheres e homens primeiro, o Florentino não se importa de esperar.

Gabriel

Os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles.
2 Coríntios 4:17

Agora que nos estávamos a habituar ao Gabriel portento físico e cerebral do meio-campo benfiquista, custa um bocadinho sair à rua e dar de caras com o Gabriel mais tremido, mas em boa verdade fomos todos surpreendidos por estes croatas, excepto aquele vosso amigo que segue todas as contas da Opta no Twitter e já sabia que isto ia correr mal por causa de uma estatística qualquer sobre recuperações de bola junto às bandeirolas de canto. É deixar de lhe falar até virarmos a eliminatória.

Gedson

Dizei aos turbados de coração: Sede fortes, não temais; eis que o vosso Deus virá com vingança, com recompensa de Deus; ele virá, e vos salvará.
Isaias 35:4

Tal como eu numa madrugada de 2006 em que acordei à porta de um prédio em que vivi na Rua do Caldas, também Gedson tem tomado demasiadas decisões erradas, especialmente na construção ofensiva, e isso parece prejudicar os seus níveis de confiança, tal como prejudicou o meu fígado. Passou muito tempo de costas voltadas para a baliza adversária, a tentar ganhar tempo para perceber o que se passa, quando nem Bruno Lage parecia capaz de reagir. Saiu sem glória, mas esta voltará a banhá-lo. O miúdo bem pode aparentar mediania numa noite como a de hoje, mas o talento não engana, e está nas melhores mãos.

Krovinovic

No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.
Efésios 6:10, 11

Onde está o Krovinovic cujo magnetismo atraía a bola de jogo e fazia jogar os demais? O de hoje foi uma sombra do tipo tremendamente inteligente com e sem bola que vimos na época passada, antes da lesão. Apesar de ter sido devidamente acossado pelo adversário, é impossível dizer que não esperávamos mais. Se há coisa que todos esperávamos hoje era mais, de Krovinovic e dos restantes. O Benfica também é isto. Esperar muito, ou tudo, de quem veste a camisola. E hoje Krovinovic pareceu temeroso e incapaz de assumir o protagonismo que o jogo pedia dele. Ora encostado ao flanco, ora jogando por dentro, expliquei porque é que não tem jogado. Resta confiar nos talentos espeleológicos de Bruno Lage para encontrar o Krovinovic outrora avistado.

João Félix

No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.
Efésios 6:10, 11

Passou a maior parte do tempo entregue à sua sorte na Croácia, o que raramente dá bom resultado em jovens desta idade e irreverência. Será uma sorte se não apanhar sífilis. O miúdo Félix terminou irremediavelmente sozinho na frente de ataque, sem o BFF Seferovic para arrastar centrais e pagar rodadas de shots, deambulando como um poeta melancólico pelas ruas de Zagreb, a declamar Baudelaire sem consultar o Citador, todo ele talento literário sem correspondência adequada na fealdade técnico-táctica imposta por muitos dos intervenientes, que por fim sucumbiria à prosa croata.

Seferovic

Os passos de um homem bom são confirmados pelo Senhor, e ele deleita-se no seu caminho. Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o Senhor o sustém com a sua mão.
Salmos 37:23, 24

E por Senhor entenda-se o departamento médico do clube. Meus caros, não sei quando é que sai o boletim clínico respeitante ao jogador que mais falta fez hoje na manobra ofensiva da equipa e até mesmo na reacção à perda, mas fiz uma pesquisa muito rápida e há voos directos para Shanghai na Emirates por 689€. Quem consegue curar o Marega também chega para este elegante espécime suíço.

Cervi

Este é o meu consolo no meu sofrimento:
A tua promessa dá-me vida.

Salmos 119:50

Querem melhor prova de que até a Bíblia nos engana? Não há consolo possível para o sofrimento que é ver Cervi em campo nesta fase da época. É verdade que a sua promessa já deu vida, mas se continuar assim a confirmação do óbito não tardará.

Rafa

Tu conheces bem nossas iniquidades; nossos pecados mais secretos não escapam à luz da tua face.
Salmos 90:8

Pecou pela entrada tardia e deveria ter tomado o lugar de Seferovic que nem o avançado que nos foi prometido aquando do fim do mercado de Janeiro. No fundo, a sua presença em campo serviu para confirmar que até figuras suprahumanas como Bruno Lage cometem erros.

Zivkovic

Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.
Lage 19:04

  • Naquilo que foi o jogo, não houve nada daquilo que estava planeado

    Liga Europa

    O Benfica perdeu em Zagreb por 1-0 (golo de penálti) na primeira mão dos oitavos de final da Liga Europa. Ora, como aconteceu isto? Pode ter sido do cansaço físico ou mental, pode ter sido da viagem, ou pode ter sido simplesmente o facto de o Benfica não ter conseguido desmontar o bloco croata em pedacinhos para o atacar isoladamente. Ou então, se preferirem, naquilo que é a essência do jogo, o Benfica esteve longe daquilo que é a sua matriz. Isto é o naquilismo, que deve ser confundido com o daquilismo.