Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Valium? Não. Xanax? Isso é para meninos. Rohypnol? Não faz efeito. Desde que Um Azar do Kralj descobriu a Seferovitina não quer outra coisa

Vasco Mendonça só tem coisas bonitas a dizer sobre Seferovic, que deu a vitória ao Benfica, esta noite, frente ao Tondela (1-0), para a 27ª jornada da Liga, e também tem uma mensagem para o estreante Adel Taarabt: "Merece seguramente mais minutos nesta equipa, mas antes, meus amigos, merece uma bebedeira de caixão à cova"

Vasco Mendonça (Um Azar do Kralj)

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

Vlachodimos

90 minutos sem um único golpe de vista. Foi a primeira vez em alguns dias. É este o saldo que mais interessa quando falamos de Vlachodimos.

André Almeida

Mais um golo magnífico e uma assistência primorosa para Jonas, mas os poderes instituídos no futebol português não querem que André Almeidas seja o melhor lateral direito europeu. Será que estas pessoas dormem descansadas?

Rúben Dias

Não obstante um número considerável de ações em benefício da equipa, voltou a ter uma daquelas travadinhas em que passa para trás e desmarcar um adversário. Desta vez Gabriel apareceu para resolver, mas Rúben Dias tem que ter cuidado. Está a brincar com a nossa saúde e, em última análise, com a sua.

Ferro

Quem nunca tinha visto ferro a derreter pôde tirar as dúvidas esta noite.Tal como aquele restaurante bom para grupos que mantém um 4.2 no Zomato, a não repetir.

Grimaldo

Notável. Foram 90 minutos a executar repetidamente a mesma jogada. Um trabalho aturado, paciente, imune a quaisquer crises de fé, ou até insultos à sua família, como se viu na brilhante assistência para golo. Ainda a bola ia a meio e já eu lhe chamava nomes, mas é essa a magia do futebol. Acho eu, sei lá.

Samaris

Sofreu um penálti que valeria por meia dúzia em Braga, mas Carlos Xistra puxou dos galões dos seus dezanove anos de carreira para negar o que é evidente, o penálti, e confirmar também o que há muito é evidente: a sua incompetência. Esta catástrofe natural em forma de árbitro atirou a equipa para uma crise de ansiedade que obrigou Bruno Lage a sacrificar Samaris ao intervalo. O grego aproveitou a muita energia que lhe restava para ser um dos primeiros a chegar a Seferovic no festejo do golo. Por falar nisso, já renovaram com o homem?

Gabriel

Uma exibição que parece começar de forma adequada como esta frase mas chega ali a determinada altura e fffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssllllllllllllllllllllllllllllllllllllllddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddd

Pizzi

Há uns anos vimos Uri Geller dobrar uma colher com o poder da mente em direto na televisão. Hoje vimos uma exibição de Pizzi provocar dor a todos os que assistiam ao jogo.

Rafa

Breve aparição do Rafa que não sabe o que é que anda a fazer neste planeta. Vai-te embora e não voltes.

João Félix

Começou o jogo com índices físicos ao nível de um adepto do Benfica depois de assistir ao Benfica-Tondela. Ao contrário do adepto, não terá tido nenhumas arritmias sucessivas.

Jonas

A dois dias de festejar o seu 35º aniversário, Jonas e o seu futebol perfumado continuam a mostrar-se.

Seferovic

Mais do que um futebolista, o nosso suíço favorito é um ansiolítico. Esqueçam os trocadilhos com esferovite, ignorem o nome civil do senhor. Valium? Não, obrigado. Xanax? Isso é para meninos. Rohypnol? Não faz efeito. Desde que descobri a Seferovitina não quero outra coisa.

Taarabt

Finalmente. Foram quase 4 anos a trabalhar ou a não trabalhar para este momento, dependendo da fase a que nos referirmos. Adel não desiludiu e cumpriu à risca as indicações de Bruno Lage: fazer só um nadinha melhor do que Pizzi. Se é verdade que a fasquia estava muito baixa, não é menos verdade que Taarabt agarrou a oportunidade com unhas e dentes, saindo com a bola e conseguindo progredir no terreno numa fase em que Rafa já se escondia dentro da camisola e Samaris roía as unhas no banco de suplentes. Merece seguramente mais minutos nesta equipa, mas antes, meus amigos, merece uma bebedeira de caixão à cova.

Jota

Entrou em campo numa fase do jogo em que a tática passava por ter todas as letras do alfabeto em campo. Nesse sentido pode dizer-se que fez a sua parte. Futebolisticamente falando, ainda não parece fazer aquilo que Bruno Lage pede nem mostra o futebol que alegadamente reside nos seus pés.