Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Dentro de um McDonalds em chamas, RDT arremessou o extintor mais próximo contra o fogo, apagando assim zero chamas

Vasco Mendonça, de Um Azar do Kralj gostou tanto da analogia de Bruno Lage que a incendiou, forçou-a sobre a equipa do Benfica, deixou vários a virar hambúrgueres e um jogador, em especial, a "enfiar um balde cheio de água na testa" dos restantes

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

OCTÁVIO PASSOS/Lusa

Partilhar

Vlachodimos

Muito se dirá nos próximos dias acerca deste incêndio no McDonalds de Moreira de Cónegos, mas a equipa de peritagem dificilmente imputará responsabilidades ao funcionário Vlachodimos que, ignorando o que se passava na sala ao lado, prosseguiu e disse mais uma vez: "Olá, seja bem vindo ao McDonalds, o que vai ser?" A tarefa dificilmente fará dele empregado do mês, mas também não vai levar a casa à falência.

André Almeida

Foi de auricular posto e pleno de coragem que André Almeida organizou os funcionários, mesmo sabendo que podia perder homens e muitos hambúrgueres. Está mais habituado a virar hambúrgueres grelhados na perfeição do que a salvar vidas, mas hoje fez um pouco das duas coisas.

Rúben Dias

Nada como gente comprometida para evitar tragédias. Enquanto alguns passam pela vida da restauração com a arrogância de quem se acha superior ao meu sundae com extra chocolate, o funcionário Rúben trabalha para um dia ser dono de um destes franchises. Não espantou que fosse dele a primeira resposta verdadeiramente eficaz às chamas. Os arcos dourados que esta noite permanecem acesos devem-lhe muito.

Ferro

Apesar do estoicismo com que procurou ajudar os colegas a combater o fogo, houve dois ou três momentos em que pareceu estranhamente deslumbrado com as chamas. Não é um traço de personalidade que se espere encontrar num sub-gerente.

Grimaldo

Estava balanceado noutra zona do restaurante quando se apercebeu da tragédia iminente nas suas costas. Já com o fogo na retranca, ajudou a matar o seu último fôlego com umas toalhas da promoção de verão encharcadas em água.

Fejsa

Apesar de o protocolo ordenar que crianças e idosos sejam os primeiros a abandonar um local em chamas, Ljubomir manteve-se firme no combate, tendo salvo duas tartes de maçãs e um boneco do Ronald McDonald à escala real, apesar de ninguém perceber muito bem para quê.

Taarabt

Está habituado a locais com muito mais fumo do que um restaurante em chamas, mas até ele soçobrou a determinada altura. Foi cambaleando até sair do restaurante e chegar a uma zona segura, mas ninguém percebeu porque é essa a sua forma natural de caminhar.

Rafa

Foi um dos primeiros a dar pelo cheiro a queimado. Foi preciso um cliente gritar "FOGO, VAMOS MORRER, TIREM-ME DAQUI" para finalmente todos perceberem que o restaurante estava a arder. Rafa olhou em redor nesse momento e temeu o pior: três colegas fumavam nas traseiras, dois estavam no instagram a rirem-se de memes do Insónias, e o resto a virar hambúrgueres apaticamente enquanto o fogo se aproximava das fritadeiras. Rafa pegou num balde cheio e água e, antes de começar a apagar o fogo, encharcou os colegas, aproveitando ainda para lhes enfiar o dito balde na testa. Só assim alguns deles reagiram a tempo.

Pizzi

A sua situação é estável, mas continua com respiração assistida. O importante agora é aguardar serenamente pela sua recuperação e esperar que em breve possamos tê-lo novamente a coordenar o restaurante.

RDT

Ainda que não saiba virar hambúrgueres, fritar batatas ou servir gelados, Raúl lá chegou ao restaurante para mais um dia de trabalho. Esteve ele arduamente a servir saladas e sopas quando o alarme soou. Raúl correu na direcção do extintor mais próximo, agarrou-o de forma decidida e, para espanto de todos, arremessou-o na direcção do fogo, assim extinguindo zero chamas. Mais tarde, salvaguardadas as pessoas e uns quantos bens materiais, alguns colegas abraçaram-no, felizes por terem sobrevivido mas nem por isso menos receosos do futuro.

Seferovic

Já a maioria dos funcionários e clientes do restaurante fugira das chamas temendo pela sua vida quando o suíço reapareceu por entre as chamas segurando um tabuleiro com um Happy Meal e perguntou "DIGAM LÁ QUEM É O EMPREGADO DO MÊS, CA#$%&$%????"

Gedson

Primeiro dia depois das férias e encontra o restaurante de pantanas. Perante a iminente extinção do seu local de trabalho, o funcionário Gedson nem teve tempo de colocar a touca na cabeça. Foi pegar num balde e para ver se ainda se salvava qualquer coisinha.

Caio Lucas

Numa fase em que o fogo se aproximava dos McMuffins e ameaçava levar tudo e todos, Caio fez o que tinha aprendido no simulacro que uma vez realizou em Araçatuba, terra que o viu nascer. Insultou veementemente as chamas. Os mais crentes dirão que isso foi crucial para impedir o pior.

Jota

Quem diria que o miúdo que está sempre a dizer aos colegas que nasceu para ser YouTuber e não para grelhar hambúrgueres ia salvar a máquina dos sundaes? Por este andar ainda entra nos quadros.