Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Vinicius, estupendo farejador de golos: Jorge, bota um zero nesses 17 milhões. Menos que isso, ele não mexe uma palha (Um Azar do Kralj)

Vasco Mendonça está radiante com a exibição de Carlos Vinicius, de Pizzi e de Taarabt. Pelo que o melhor é passar à frente da análise a Gabriel

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

Gualter Fatia

Partilhar

Vlachodimos

Uma excelente defesa aos 4' sinalizou que hoje não seria dia de festa para os insulares. Ao contrário dos avançados do Leipzig, que continuaram a insistir, os jogadores do Marítimo perceberam que não valia a pena despenderem energia ao nível da pontaria e passaram o resto do jogo a rematar na direção da bancada.

André Almeida

Sacrificou-se até dar a vitória como garantida e só depois autorizou a entrada de Tomás Tavares no terreno de jogo.

Rúben Dias

Exibição segura na semana em que deveria ter assinado até 2042 e não 2024. Ainda assim, foi um bom começo.

Ferro

52.772. Não é o número de espectadores que estiveram na Luz. Foi o número de recuperações de bola feitas por Ferro.

Grimaldo

Passou mais ou menos despercebido tal como o novo relvado. Às vezes é melhor assim.

Gabriel

Como é que podemos criticar Fábio Veríssimo se foi ele o mais lúcido de todos os presentes na Luz? Ainda esperou que Gabriel se redimisse, mas acabou por ceder à sabedoria das multidões que há semanas pedem a Gabriel que entre nos eixos ou que, sei lá, faça aquilo que lhe é pedido na posição que ocupa (hoje a 6). E que o faça a bem ou a mal, terá dito Fábio ao nosso amigo.

Taarabt

Duas coisas muito importantes acerca do sacana do marroquino que foi quem mais tempo teve a bola no jogo de hoje: o papel que desempenha do meio-campo para a frente não é apenas o de um circulador de bola. Taarabt empurrou sempre a equipa para a vitória. Quase tudo o que ele fez conquistou metros, mas, ainda mais importante do que isso, enxovalhou qualquer pessoa que insistisse em passar a bola para o lado e não para o espaço entre linhas ou para as costas da defesa adversária, onde reside afinal a nossa felicidade. Que seja um marroquino cadastrado a exercer esta pressão social sobre os restantes jogadores é ainda mais interessante.

Pizzi

Os seus números deviam ser cantados no final de cada jogo como se fossem a taluda vencedora da Lotaria de Natal: quinze golos, sete assistências e participação em 50% dos golos marcados pelo Benfica esta época. Cantado em Dói Maior.

Chiquinho

Não é que não se esforce por construir, aparecer e assumir o jogo. Aliás, hoje foi preponderante nas combinações com Taarabt e Vinicius. Mas, quando vemos o entendimento de hoje entre Pizzi e Vinicius, o pobre do Chiquinho torna-se um Joe Pesci ao lado de Pacino e de Niro. Que isso não te desanime, Francisco Leonel: quando tiveres 3 horinhas e meia vê o Irishman e perceberás que um eterno actor secundário pode, afinal, ser protagonista de pleno direito.

Vinicius

Estupento farejador de ocasiões de golo que só não fez meia dúzia porque não calhou. Finaliza quase sempre como se fosse óbvio que a bola iria aparecer ali, à sua mercê, como se fôssemos todos um bocadinho mais burros do que ele. A esse momento seguir-se-á o já habitual festejo desprovido de histerismos, ainda que uma série de indivíduos com a estatura média de um jogador dos iniciados se abracem a ele como a um jovem ídolo, que começa a ser. Jorge, bota um zero nesses 17 milhões. Menos que isso e o nosso Carlos não mexe uma palha.

Raul de Tomás

Parece um daqueles gifs que nos convence a ficar alguns segundos à espera que aconteça alguma coisa interessante, até percebermos que é só aquilo. Felizmente o Jorge Mendes é menino para vender o anterior relvado da Luz a outro clube, portanto é uma questão de aguardarmos, por isso ou pelo milagre que seria ver este avançado espanhol de bons pés cumprir o seu aparente potencial, talvez quem sabe, recebendo a bola e prosseguindo na direcção da baliza ao invés de rodopiar sobre si mesmo 42 vezes até passar a bola para o médio defensivo.

Tomás Tavares

Entrou para a segunda parte de um jogo que parecia ganho. Finalmente uma ocasião à sua medida. Esteve bem e merece mais oportunidades como esta. Pode ser já esta terça a dizimar o corredor esquerdo do Sporting da Covilhã.

Jota

10 minutos esforçados, mas insuficientes para que a minha aposta em 5 ou mais golos batesse. Obrigadinho, Jota.