Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Passaram-se 393 dias desde o último vodka de Taarabt, que já merecia uma daquelas medalhinhas dos Alcoólicos Anónimos (por Um Azar do Kralj)

Depois da vitória frente ao Boavista, essa equipa cuja notável capacidade de distribuir fruta sem levar amarelo deveria ser estudada, Vasco Mendonça congratula-se pela nova vida do marroquino, a quem a bola pediria colinho caso falasse

Vasco Mendonça, Um Azar do Kralj

JOSÉ COELHO

Partilhar

Vlachodimos

Depois de um jogo em que quase não foi obrigado a usar as mãos, Vlachodimos aproveitou o resultado confortável aos 90 minutos para colocar mal a barreira e executar uma daquelas defesas para a fotografia que farão os candidatos ao seu lugar ligar para o respectivo empresário a pedir para lhes arranjar outro clube.

Tomás Tavares

Uma mão cheia de intervenções no ataque tão boas que deixaram os jogadores do Boavista atordoados à procura de uma perna para atingir quando o miúdo Tavares já tinha ganho a linha e semeava o pânico na área.

Rúben Dias

Dividiu o tempo entre as poucas intervenções defensivas que lhe foram solicitadas e a observação atenta do adversário, cuja notável capacidade de distribuir fruta sem ser amarelado merece ser estudada.

Ferro

É verdade que lhe deu uma travadinha no lance do golo do Boavista, mas os tipos que jogam à sua frente também são pagos, entre outras coisas, para permitir o ocasional cá atrás. Além disso, Ferro soube compensar ao longo de todo o jogo com uma dúzia de passes para os colegas entre linhas que deixaram Gabriel e Taarabt a coçar a cabeça.

Grimaldo

Senhor de um pulmão só superado pelo dos adeptos do Norte, que mais uma vez receberam o Benfica como aquilo que é, a coisa mais importante do mundo.

Gabriel

Nada como um golinho de cabeça para coroar uma exibição em que voltou a usar todas as faculdades mentais que tem ao seu dispor. Bom regresso, Gabriel.

Taarabt

Passaram-se trezentos e noventa e três dias desde o último vodka. O nosso Taarabt merecia uma daquelas medalhinhas que a malta recebe nas reuniões nos alcoólicos anónimos depois de algum tempo sóbrio. Se a bola falasse pediria o colinho deste marroquino.

Pizzi

Mais logo, quando derem por vocês a ressacar porque o Benfica não joga há 24 horas, abram uma garrafa de vinho, encostem-se confortavelmente no sofá, rebobinem até às 21:05 de ontem e abrandem as imagens do passe de Pizzi a sobrevoa os centrocampistas do Boavista na direcção de Vinícius. É como se nada mais fosse possível naquele momento. Aquilo não é uma bola no ar, é um pombo treinado pelo campeão mundial de columbofilia, é a águia Vitória, é uma obra de arte em movimento. Acompanhem a gosto com música clássica - ou um fadinho, se ainda estiver a doer.

Cervi

Um homem não pode passar chegar primeiro à bola que é logo um escândalo no futebol português. Já viram o que é acordar esta manhã e a primeira coisa que fazem, mesmo antes de falarem com as namoradas, mulheres ou filhos, é ver o que disse o Jorge Coroado sobre um lance de uma partida de futebol? Muita solidariedade com os amigos e familiares destas pessoas neste momento difícil das suas vidas.

Chiquinho

Teve nele a segunda grande ocasião do Benfica, mas Jorge Sousa entendeu que o jogo seria mais equilibrado com onze de xadrez em campo. Chiquinho respondeu com um metafórico "Ai é? Então espera aí" e arrancou para mais 58 minutos de gala, pleno de agressividade a atacar o adversário e a bola, fazendo deste jogo a festa de agressividade e futebol que os adeptos do Norte mereciam.

Vinícius

Até há bem pouco tempo, se as pessoas pesquisassem no Google por "amor" e "Vinícius" seriam dirigidas para a página pensador.com.br. Encontrariam aí uma série de versos condoídos sobre o triste destino do nosso coração. Tudo certo. Se quiserem cultivar a dor e ver até onde isso vai, prossigam. Encontrarão conforto nos versos do genial poeta brasileiro que um dia disse que whisky é amor, cachorro engarrafado. Esta garrafa aqui ao lado não me deixa mentir. No entanto, se quiserem alegria na vossa vida, felicidade sem fim e amor em forma de futebolista, o algoritmo também sabe o o que é bom para a tosse. Dirijam-se a youtube.com e aí encontrarão os golos, assistências e recepções orientadas de um jovem poeta brasileiro de quem um dia se disse ter sido caro. Esqueçam. Amor como este não tem preço, como um dia descobriremos quando regressarmos ao versos do outro poeta para afogar as mágoas deixadas pela tua saída. Já tenho saudades.

Samaris

Entrou com o jogo demasiado frouxo, tornando menos oportunos alguns dos bilhetes que Samaris levava prometidos para os colegas de profissão vestidos de xadrez.

Jota

Continua o aproveitar o intervalo entre temporadas de Stranger Things para somar minutos. Vai ser muito importante esta época.

Seferovic

A carreira de Seferovic no Benifca entra agora num momento mais delicado. O suíço tirou a senha mas não ouviu quando chamaram pelo seu número e as três senhas de tolerância já lá vão. O melhor é voltares amanhã de manhã bem cedo.