Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Sai da frente, Rui Gomes da Silva. Este candidato a presidente corre mais, finta melhor e conclui com mais frieza. Um abraço, Rafael

O Benfica foi a Paços de Ferreira vencer (2-0) e Vasco Mendonça regozijou-se com o regresso de Rafa aos titulares - e às grandes exibições

Vasco Mendonça (Um Azar do Kralj)

Quality Sport Images

Partilhar

Odysseas

Mais dois golos que não aparecem nos rankings mentirosos. Uma das defesas não evitou apenas um golo do Paços, mas foi vista e revista como se de um golo se tratasse. Não havendo prémio Puskas, por favor inventem um prémio Manuel Bento e ofereçam o primeiro a Odysseas.

André Almeida

Exibição discreta. Entrou no relvado, escolheu uns móveis já montados e enfiou-os na bagagem do autocarro.

Rúben Dias

Enquanto alguns adeptos questionavam nova ausência de Taarabt no onze titular, Rúben prosseguia com o pragmatismo que lhe é cada vez mais habitual e fez a sua melhor imitação de um marroquino com tomates e visão de jogo, colocando a bola em Rafa para este fazer o primeiro golo não anulado neste jogo.

Ferro

Não vos chegavao Rúben? Então tomem lá mais um central capaz de lançar a equipa para o golo. Qual Bruno Guimarães qual quê. Temos tudo o que precisamos.

Grimaldo

Ontem puseram a circular uma foto da estreia de Grimaldo há quatro anos, quando ainda tinha cabelo e estava convencido de que não precisava de nada nem ninguém, nem sequer um central ou um médio defensivo nas suas costas. Como o tempo passa.

Gabriel

Joga com a leveza de quem acabou de gastar 20 milhões num seguro contra todos os riscos - Weigl - e portanto está em condições de se aventurar, espatifar e divertir-nos a todos com o seu entendimento do jogo.

Weigl

Sempre em busca de equilíbros que permitam ao colectivo atacar. Ponderado mas nunca se esquiva ao combate de ideias. Visão globalista aliada a um profundo sentido de tudo que o rodeia. Elegância de classe superior mas sempre disponível para ajudar a sua comunidade. Ganhou-se um futebolista, perdeu-se um bom líder do CDS.

Pizzi

Não foi pela dúvida quanto ao fora de jogo. O VAR demorou cinco minutos a analisar o lance porque queria perceber como é possível um centrocampista fazer tão bem e tantas vezes o trabalho que compete a um avançado. Não satisfeito, Pizzi repetiu a proeza pouco depois num movimento que libertou Rafa para o segundo golo. Desta vez em jogo, para que os homens na Cidade do Futebol pudessem rever e apreciar sem pressas.

Rafa

Sai da frente, Rui Gomes da Silva. Este candidato a presidente corre mais, finta melhor e conclui com mais frieza. Tudo certo desde que o seu projecto europeu não passe por mudar de clube. Que bom ter-te de volta. Um abraço, Rafael.

Cervi

Ultra pressionante, quase asfixiante, um mini rolo compressor que disputa cada lance como se as nossas vidas dependessem disso (e dependem). Se Rafa chegar a presidente, voto em Cervi para ser o seu braço direito.

Vinícius

Fez tudo bem durante a semana e chegou a Paços de Ferreira pleno de força para a entrada a mil que Bruno Lage prometera. Só lhe faltou cortar as unhas dos pés para evitar aquele fora de jogo.

Taarabt

Soube a pouco.

Seferovic

Boa piada, Haris. Por favor não repitas.

Jota

Ontem de manhã via mais um ponto genial do Federer no Open da Austrália e, após a perplexidade habitual, dei por mim triste a pensar que estava um ponto mais perto de o ver abandonar os relvados. Há umas semanas tinha sentido o mesmo quando o Messi marcou aquele golo em casa do Atlético. Gostava que génios como eles durassem para sempre, que nos continuassem a inspirar dentro do court ou do relvado com a sua obsessão competitiva enquanto nós acumulamos uma dívida impossível de pagar. É verdade que ele fez o suficiente para ser eterno, mas ninguém estava preparado para o ver partir tão cedo. É muito, muito triste. Obrigado por tudo, Kobe.

Velocidade Furiosa: Rafa & Vinicius

O Benfica bateu o Paços de Ferreira (2-0) num jogo em que a intensidade e a qualidade de Rafa foram essenciais para derrotar um adversário que não perdia há quatro jornadas. Se lhe derem espaço, o pequeno grande jogador aproveitará a profundidade para atingir o objetivo fundamental deste desporto: marcar golos. E quando não marca, dá a marcar
  • Velocidade Furiosa: Rafa & Vinicius

    Benfica

    O Benfica bateu o Paços de Ferreira (2-0) num jogo em que a intensidade e a qualidade de Rafa foram essenciais para derrotar um adversário que não perdia há quatro jornadas. Se lhe derem espaço, o pequeno grande jogador aproveitará a profundidade para atingir o objetivo fundamental deste desporto: marcar golos. E quando não marca, dá a marcar