Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Sobre Renato: como estará o 🧞‍♂️ da comunicação responsável pela campanha difamatória, agora que vê o rapaz a 🏃🏿 em campo? Estimo que mal

Aqui está a análise de Vasco Mendonça aos jogadores da seleção nacional que ganharam tranquilamente à frágil Andorra. O autor recorda momentos de um certo tacticista da comunicação e também alerta para a besta que Cristiano Ronaldo é. No bom sentido

Vasco Mendonça (Um Azar do Kralj)

Soccrates Images

Partilhar

Anthony Lopes
O regresso à titularidade frente a onze pinos da Decathlon não foi bom para ele. Ainda pediu para jogar a avançado, mas

Nélson Semedo
Pulmão para dar e vender. A intensidade com que deambulando pelo flanco direito pareceu-se mais com uma aula de crossfit do que com um jogo de futebol.

Rúben Semedo
Sonho com o dia em que Ruben Semedo marca um golo pela selecção e, num momento pleno de redenção, dispara tiros metafóricos para o ar como quem diz: consegui, estou aqui!

Domingos Duarte
Este rapaz não engana. Ou melhor, engana muito bem. Tem aquele ar de central imponente com um visual à jogador da bola, barba toda desenhada, cabelinho à pintarolas, mas depois vai-se a ver com mais atenção e uma pessoa pasma-se. Nasceu em Cascais, chama-se Domingos de Sousa Coutinho Menezes Duarte, e espalha bom futebol e educação em Espanha. Meus caros, isto não é um titular da selecção nacional. É um diplomata em formação. Desde que faça alguma coisa em relação à barba e ao cabelo.

Mário Rui
Passou o jogo no meio-campo adversário e desgastou o lateral de Andorra até este se lembrar que entrava às 9h da manhã seguinte seguinte na repartição de finanças de Andorra-a-Velha. Cum caralho. Não fazia a mais pequena ideia de que a capital se chamava assim.

João Moutinho
É muito estranho ver João Moutinho chegar à idade de capitanear uma selecção e, depois de muito perscrutar, não ver nele um único sinal de envelhecimento. É o Pedro Granger do futebol português.

Sérgio Oliveira
Ó Sérgio, isto de jogar com avançados de qualidade é outra coisa, não é? Estás a jogar nas horas. Vê lá se te acalmas. Saudações Benfiquistas.

Renato Sanches
Como será que se sente o tacticista da comunicação responsável por aquela campanha difamatória contra o Renato Sanches, de cada vez que o vê, na flor da idade, a encher o campo? Será que tem vontade de ir morrer longe? Espero que sim.

Francisco Trincão
A sua única recordação de Andorra era uma máquina fotográfica comprada pelos pais no final dos anos 90. Agora tem mais uma: a camisola da selecção local, uma preciosidade vestida apenas por alguns escolhidos, designadamente os primeiros 11 que chegarem ao treino (é literalmente assim que se faz a convocatória em Andorra).

Pedro Neto
Há quem diga que foi convocado a pedido do Jorge Mendes. Sendo assim, é a ele que eu agradeço? Entrou muito desinibido, acrescentando mais uma dor de cabeça a um selecionador cujo resultado favorito é o empate.

Paulinho
Quem diria que o melhor ponta-de-lança a jogar no futebol português há já algum tempo seria capaz de marcar golos com igual talento e sentido de oportunidade ao serviço da selecção? Por esta é que ninguém esperava.

Bernardo Silva
Entrou para servir o deus Ronaldo, saiu como responsável pelo lance mais perigoso de Andorra durante todo o jogo. Acontece aos melhores.

Cristiano Ronaldo
102 golos, 100 vitórias pela selecção, e mesmo assim faz cara de caso. És uma besta, Cristiano. E digo isto com profunda admiração.

William Carvalho
Entrou com a lição bem estudada: bater o recorde de passes num só jogo de futebol e garantir que a bola circulava em boas condições de chegar aos pés ou à cabeça de Cristiano Ronaldo. Sem ofensa para os adeptos do Bétis, mas é um crime William Carvalho continuar ali. Feitas todas as piadas, é um dos grandes jogadores de culto do futebol mundial e só uma contratação-relâmpago do Barcelona ou do Real Madrid em Janeiro farão justiça ao seu futebol.

João Félix
Há quem pense que os benfiquistas são umas criaturas lamechas que choram baba e ranho por ver João Félix marcar novamente no estádio da Luz. Enganam-se, meus amigos. Lá porque se passaram 543 dias desde que, ao minuto 23 de um Benfica - Santa Clara, o miúdo marcou na baliza adversária e se despediu de nós até ele e a Margarida Corceiro terem netos, não significa que alguém esteja a pensar no assunto. Isso é impressão vossa.

Danilo Pereira
Fernando Santos já tinha saudades do duplo pivot Danilo-William e os rapazes lá lhe fizeram a vontade.

Diogo Jota
Este pensava que ia chegar ao Liverpool, tornar-se titular indiscutível de um dia para o outro, e entrava logo a titular na selecção. Alto lá, rapazote. Onde é que você pensa que vai com tanta pressa?