Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

Houve um único adulto sóbrio no jogo sobre o qual a cara de Jardel disse tudo: "se é para isto mais vale o estádio continuar vazio”

Fora a expressão facial do defensa central e a sobriedade do grego, o texto humorístico de Vasco Mendonça, do Um Azar do Kralj, inclui os dois placards do estádio do Paredes que viu com melhor domínio de bola do que Gilberto e a sugestão de tutorial no YouTube de como arrancar os próprios olhos a que recorreu após ver a exibição de Pizzi

Vasco Mendonça (Um Azar do Kralj)

JOSÉ COELHO/LUSA

Partilhar

Helton Leite

Suplicou pelo primeiro remate do Paredes aos 37 minutos como eu supliquei pelo final deste jogo durante boa parte do mesmo.

João Ferreira

Nada diz “acho que ainda não tenho andamento para isto” como as cãibras do João Ferreira aos 78 minutos de uma eliminatória da Taça contra o Paredes.

Gilberto

Tem que haver aqui um mal entendido. Este rapaz não é jogador de futebol. Vi pelo menos dois placards no estádio que apresentavam melhor domínio de bola. Para que fique claro, não me estou a referir a nenhum colega do Gilberto.

Jardel

Não sei quanto a vocês, mas eu vejo sempre uma expressão facial no Jardel que parece dizer algo como “se é para isto mais vale o estádio continuar vazio”.

Ferro

O passe a queimar aos 87’ tinha todas as letras de tomba-gigantes, mas felizmente o Jardel enfiou um cotovelo no adversário e evitou o pior.

Samaris

Fez o que podia no papel de médio centro e enquanto único adulto sóbrio nesta autêntica festa do futebol. Faltou distribuir umas chapadas, neste caso a alguns colegas.

Chiquinho

Esforçado. Participou avidamente em algumas iniciativas do laboratório do Seixal, mas a vacina acabaria por matar 3 hamsters e meia dúzia de adeptos que conseguiram entrar no estádio na esperança de assistir a um bom jogo.

Pizzi

“Já tinha saudades de ver o Pizzi como maestro da equipa.”

  • ninguém

Não sei se o adversário foi bom a pressioná-lo ou se era ele que estava enferrujado. Seja como for, o meu histórico do Google não mente. Resta saber o que farei com este tutorial do YouTube que explica como arrancar os próprios olhos.

Facundo Ferreyra

Aos 38 minutos demonstrou lembrar-se vagamente como se faz um cabeceamento. Devia ser inscrito pela Fundação Benfica.

Gonçalo Ramos

Mas será que o consegues fazer numa noite fria em Paredes?

Franco Cervi

Frenético ao nível da decisão errada. O analista da Goalpoint deixou de contar ao décimo oitavo passe estúpido.

Tiago Araújo

Bom cruzamento aos 81’, outro ainda melhor aos 82'. Futebol sem merdas, sempre à procura da baliza adversária. Muito estranho.

Daniel dos Anjos

Sei lá. Vão ver ao zerozero.

Morato

É assim, pelo menos não foi caro.