Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Um Azar do Kralj

Weigl fez com que o Sérgio Oliveira acabasse o jogo a dizer aos colegas que só havia três resultados possíveis: empatar, empatar ou empatar

Vasco Mendonça, do Um Azar do Kralj, notou igualmente na sua análise humorística ao clássico que "qualquer noite em que o Pizzi joga a capitão e mete o Pepe e o Sérgio Oliveira no sítio é uma noite boa para o Pizzi e para o Benfica", elogiando a sua exibição "por ter jogado tão bem o jogo favorito dos nossos amigos, que acabaram a defender um pontinho na sua casa enquanto esperavam pelas repetições dos lances para se queixarem"

Vasco Mendonça (Um Azar do Kralj)

Octavio Passos/Getty

Partilhar

Vlachodimos

Esteve à altura dos acontecimentos nas poucas ocasiões em que o incomodaram com perigo. Aos 70 minutos reagiu bem a uma nova situação de jogo explorada pelo adversário. Em vez de se desviar de Taremi para evitar que este se atirasse para o chão, foi mesmo obrigado a defender um remate à baliza. Não vacilou.

Gilberto

Não ouviu com atenção a parte da palestra em que Jorge Jesus explicou que quando caímos temos que nos levantar imediatamente, colocando assim Marega em jogo no chouriço que lhes deu o empate. Seria injusto dizer que não ganhámos por causa dele. Fartou-se de comer relva.

Otamendi

Parece-me que conquistou definitivamente o último reduto de benfiquistas que ainda achavam possível que Otamendi fosse um infiltrado do FCP, grupo no qual eu poderia ou não estar incluído.

Vertonghen

Muito bem no apoio ao turismo local. Trouxe umas recordações valentes que só couberam na bagagem do autocarro.

Nuno Tavares

Também eu fui um dos muitos benfiquistas que insultou Jorge Jesus quando este decidiu colocar dois laterais esquerdos em campo. Até que o mais improvável aconteceu: jogaram ambos bem.

Pizzi

Qualquer noite em que o Pizzi joga a capitão e mete o Pepe e o Sérgio Oliveira no sítio é uma noite boa para o Pizzi e para o Benfica. Haters e portistas dirão que merecia ser expulso. Eu acho que só faltou o golo e depois sim a expulsão como prémio - justíssimo, diga-se - por ter jogado tão bem o jogo favorito dos nossos amigos, que acabaram a defender um pontinho na sua casa enquanto esperavam pelas repetições dos lances para se queixarem.

Weigl

Ganhou a primeira, segunda, terceira, quarta e quinta bolas. Ocupou todas as zonas do campo como se estivéssemos a jogar no jardim do Juliano, e permitam-me por isso acrescentar: giroflé, giroflá. Fez com que o Sérgio Oliveira acabasse o jogo a dizer aos colegas que só havia 3 resultados possíveis: empatar, empatar ou empatar. Giroflé, flé, flá.

Rafa

Ok, sexo é bom, mas e aqueles sprints do Rafa para recuperar a bola no nosso meio campo?

Grimaldo

O Lage é que tinha razão: os reforços estavam no Seixal. Jorge Jesus apareceu em força com o extremo Alejandro Grimaldo, um jovem espanhol que dizimou os adversários no seu flanco e apareceu por dentro sempre que pôde a fazer estragos. Como se não isso não bastasse, mostrou também que sabe defender. Quem sabe pode vir a ser opção como lateral em outro tipo de jogos. Muito bem. Assim vale a pena ir ao mercado.

Seferovic

Vale a pena rever o lance acompanhado de qualquer coisa que esteja a passar na antena 2. Se a carreira de Seferovic fosse composta exclusivamente por gestos técnicos como a assistência para o golo do Grimaldo, seria bem provável que alguém mais talentoso do que eu escrevesse um texto intitulado “Haris Seferovic as a religious experience”. Feitas as contas podemos dizer que o ateísmo sobreviveu à noite de ontem, mas saiu dali com uns arranhões.

Darwin

A primeira nota positiva vai para o facto de não ter tratado o Pepe como se fosse um miúdo a tentar pedir um autógrafo ao ídolo. A segunda nota positiva vai para a combatividade e capacidade de conquistar metros. A terceira iria para a autoria do 1-2, mas o nosso amigo continua a afinar a mira. Convinha começar a acertar.

Chiquinho

Entrou desejoso de molhar o bico e por molhar o bico entenda-se acertar no Marega. Depois de saciado, cumpriu com as restantes indicações técnico-táticas.

Everton

Autor de um daqueles nós cegos que fazem pessoas como o Pedro Henriques dizer “UISH” e taberneiros como eu dizerem “#$%&-23, assim vale a pena torrar dinheiro no brasileirão!” Finalmente.

Waldschmidt

Teve poucos minutos para desmontar o autocarro. Fica para a próxima.