Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Um Azar do Kralj

Weigl revelou generosidade ao demonstrar que estava disposto a abdicar de uma perna para servir os interesses do Benfica. Calma, Julinho

Aqui está a análise humorística de Vasco Mendonça, de Um Azar do Kralj. Como sempre, há metáforas, alegorias e uma recomendação vinícola

Vasco Mendonça (Um Azar do Kralj)

JOSE COELHO

Partilhar

Helton
Acho indecente que não se tenha interrompido o jogo aos 13 minutos para celebrar o novo recorde do Helton Leite. São muitos minutos sem sofrer golos e a Liga de clubes devia ter honrado o seu mote “futebol com talento”. Esteve muito bem o jogador ao recusar-se a fazer quaisquer defesas até ao final da partida.

Diogo Gonçalves
Já todos percebemos o que vale este miúdo. Agora só falta mesmo esclarecer: que manifestação estranha do covid foi esta que impediu JJ de colocar o Diogo a titular em vez do Gilberto durante metade da época? É um mistério.

Otamendi
Só lhe faltou o grelhador e um chapéu de cozinheiro para ir gerindo a patuscada cá atrás.

Veríssimo
Ok, teve um par de deslizes, mas caramba, até eu entornei um copo de Valle Pradinhos Reserva 2018 no sofá e não fui crucificado por isso. Faz parte. O importante é levantar a cabeça e culpar um dos nossos filhos pelo sucedido.

Verthongen
Gostei muito de um sprint que fez para impedir um dos amarelos de aparecer isolado na cara do Helton Leite. Gostei ainda mais do encosto e da cara de “quéqfoi” que se seguiu. Só lhe falta aprender umas asneiras em português e teremos o modelo de 3 centrais estabilizado.

Artigo Exclusivo para assinantes

No Expresso valorizamos o jornalismo livre e independente

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler