Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Um Azar do Kralj

Ouvíamos que os russos lutam contra ursos polares na Sibéria, mas esqueçam o vodka ao pequeno-almoço. Afinal, bebem leitinho de aveia

No momento em que Gilberto marcou um golo ao Spartak de Moscovo, Vasco Mendonça, do Azar do Kralj, acredita que toda a gente ficou a ganhar: o Benfica, que assim se aproxima da eliminatória seguinte; e os benfiquistas, que voltaram a ver futebol que não lhes apeteceu mudar para o badminton nos Jogos Olímpicos

Vasco Mendonça (Um Azar do Kralj)

MAXIM SHIPENKOV/LUSA

Partilhar

Ody

Bom regresso à titularidade. Duas defesas atentas na primeira parte que permitiram afastar os fantasmas do PAOK numa altura em que o festival de golos falhados já me causava palpitações. Felizmente, tudo acabaria por entrar nos eixos com um golo do Gilberto, confirmando que o mundo é um lugar estranho, mas ocasionalmente bom.

Diogo Gonçalves

Jorge Jesus parece concordar com os benfiquistas que acham melhor ter meio Diogo Gonçalves, sem qualquer minuto na pré-época, do que um Gilberto em perfeitas condições. Estão todos equivocados, como ontem se viu.

Lucas Veríssimo

Impetuoso nos duelos, inteligente no posicionamento, acutilante quando necessário, imperial no modo como ocupou todo o campo e reduziu Moscovo a um parque de diversões. O Benfiquistão que interessa.

Otamendi

O ano passado era um argentino ex-jogador do FC Porto com nervos de estreante e uma braçadeira de capitão que merecia a maior desconfiança. Este ano é o centralão cá dos nossos que, em vez de publicar selfies com o seu cão no Instagram, anuncia churrascos para o contingente sul-americano aos fins de semana. Em suma: homão da porra.

Vertonghen

Escolheu um bom jogo para mostrar que ainda não está nas melhores condições físicas. Os russos conseguiram quase sempre parecer piores nesse capítulo. O que é que esta gente almoçou?

Grimaldo

A realização do jogo filmou o espanhol algumas vezes e o semblante era sempre o mesmo: um misto de entusiasmo e perplexidade perante a permeabilidade da defesa russa. Esqueçam o vodka ao pequeno-almoço. Estes russos bebem leitinho de aveia.

Weigl

Uma pessoa passa anos a ouvir dizer que os russos são uns durões, que sobrevivem a invernos na Sibéria enquanto lutam com ursos polares, e afinal chega a Moscovo e parece que está a jogar contra uns teletubbies. Não te habitues a isto, Julian.

Pizzi

Não era fácil fazer uma má exibição neste jogo, mas o Pizzi esmerou-se.

João Mário

Todos queremos excitação e euforia nas nossas vidas, mas às vezes as respostas encontram-se num calmante ou num anti-depressivo. O João Mário de ontem foi tudo o que precisávamos no meio-campo. O seu jogo foi quase sempre simples no passe e inteligente no posicionamento, apostado em mostrar que não é preciso ser-se um brinca na areia irresponsável ou um trapezista obsessivo-compulsivo atraído pelo abismo para ser titular do Benfica nesta zona do terreno. A bola sai dos pés de João Mário e, pasme-se, chega aos colegas em perfeitas condições. É extraordinário. Já não acreditava que fosse possível.

Seferovic

Cheguei a temer o pior quando o vi no chão a pedir a substituição, mas penso que o valor de mercado dele se mantém intacto.

Rafa

São estas práticas que dignificam o desporto. Parabéns aos russos pela inédita guarda de honra ao Rafa. Já tinha visto outras, mas nenhuma que durasse 90 minutos em pleno jogo.

Gonçalo Ramos

Miúdo, não fiques triste comigo, mas o único 88 que brilhou esta semana foi o Neemias.

Gilberto

Passei o jogo bem impressionado com os nossos jogadores, mas nada me tinha preparado para um golo do Gilberto. Ganhámos todos: o Benfica, que assim se aproxima da eliminatória seguinte, os benfiquistas, que voltaram a ver futebol que não lhes apeteceu mudar para o badminton nos Jogos Olímpicos, e o restaurante a quem eu pedi mais uma dose de amêijoas. Confirma-se que um Benfica saudável é bom para a economia.

Everton

Meu caro Everton: ainda não me esqueci da época passada. Ganha lá ritmo e depois falamos sobre isso.

Taarabt

Sabem quando regressam de férias para um emprego que preferiam já ter deixado?

Gil Dias

É oficial. Já podemos juntar mais um clube ao currículo do Gil Dias no zerozero. Veremos se este programa Erasmus em forma de futebolista ganha o seu espaço no Benfica.